Startup Turi comprada pela Apple para melhorar a Siri

O fetiche da Apple por startups continua presente. A empresa compra, de quando a quando, empresas que possam vir a ter sucesso no mercado tecnológico. Ao aprovar as aquisições destas empresas, Tim Cook espera tirar partido tecnológico para melhorar ou inovar os seus próprios produtos. Este foi o caso da Turi, um empresa sediada em Seattle e que pode trazer um “boost” à inteligência artificial da Siri, a assistente pessoal da Apple.

Segundo alguns rumores a  Apple pagou cerca de 200 milhões de dólares pela aquisição da empresa. Recordo que já no ano passado a Apple adquiriu a VocalIQ, uma outra startup com o mesmo propósito da Turi. Estas duas startups a Turi e a VocalIQ, são empresas que estudam e desenvolvem software para melhoria da inteligência artificial e tentam dar um ar mais realista e natural às assistentes pessoais digitais.

Uma uma fonte não identificada que está dentro deste processo de aquisição da Turi, referiu à Bloomberg que a Apple pretende com isto criar novas formas da Siri interagir e comunicar com as pessoas.

O que podemos interpretar disto? Podemos esperar que a Siri nos recomende algumas músicas? Será que vamos a passar em algum lado na rua, e ela nos irá alertar que do nosso lado direito se encontra um restaurante muito bem avaliado no Tripadvisor? Poderá ler os nossos registos de chamadas e alertar o utilizador que não liga aos seus pais já vai fazer 3 dias? Poderá avisar que temos uma factura pendente para pagar? Olhando para os nossos e-mails?

Poderá nascer daqui uma inúmera variedade de conceitos, possibilidades e até quem sabe uma assistente muito, mas mesmo muito mais inteligente a autónoma.

O novo macOS Sierra veio com a Siri incorporada, agora podemos com um simples toque ter acesso à nossa assistente pessoal no Mac, mas com esta aquisição da Turi pela Apple o futuro pode prometer novidades muito interessantes.

0 comments