Quais as diferenças entre o iPad Pro de 2020 e o iPad Pro de 2018?

iPad Pro 2020 2018

O novo iPad Pro 2020 já foi lançado oficialmente, e a dúvida natural dos utilizadores é saberem quais as diferenças entre o novo modelo e o modelo de 2018.

Certamente, que o novo iPad Pro 2020 foi projetado para ser mais rápido que o modelo lançado em 2018. Ao que tudo indica, o novo SoC A12Z será um pouco mais poderoso que o próprio A13 que equipa os novos iPhones 11 e 11 Pro, em especial a unidade de processamento gráfico (GPU) que conta com o dobro dos núcleos, que são 8 no total. A nível de CPU também conta com uma unidade de processamento de 8 núcleos, contra os 6 núcleos do A13. Apesar disso, o novo SoC A12Z que equipa o novo iPad Pro de 2020 não terá uma performance assim tão significativa, quando comparado com o A12X que equipa o iPad Pro de 2018.

Qual o modelo indicado para mim?

É provável que muitos concordem que as novas funcionalidades presentes no iPad Pro de 2020, até são atualizações relevantes em relação ao modelo lançado em 2018, e em certa medida é verdade. No entanto se está a ponderar em comprar algum dos modelos em questão, talvez a escolha se resuma a uma questão de necessidade. Se porventura trabalha em software de produtividade com muitos documentos, como PDFs, Office, iWork, desenhos, esboços e até video jogos, o iPad Pro 2018, é mais do que suficiente para essas necessidades. Por outro lado, se for um criativo, que produz conteúdos digitais, se é editor de vídeo, ou desenvolve software para AR, então o iPad Pro 2020 poderá à partida ser o modelo ideal para si.

Tamanho da tela e resolução

Similarmente, o iPad Pro 2020 tem dois modelos com telas de 11″ e de 12,9″, tal como o iPad Pro de 2018. Relativamente à resolução, também continua igual nos dois dispositivos, com uma resolução de 2388 x 1668 para os modelos de 11″ e para os modelos de 12,9″ a resolução é de 2732 x 2048. Os dois dispositivos, também têm um ecrã com uma taxa de refrescamento de 120 Hz. Portanto neste quesito nada de relevante no novo modelo.

Armazenamento interno

Em relação ao armazenamento interno há só uma novidade no novo modelo de 2020 em relação ao modelo de 2018. O iPad Pro de 2018, tinha como armazenamento base 64 GB, enquanto o modelo de 2020 começa nos 128 GB. Ainda assim, acho que 128 GB é pouco para as necessidades atuais de muitos utilizadores. Quanto à restante capacidade de armazenamento, os dois modelos têm respetivamente, 256 GB, 512 GB e 1 TB.

Processador, memória RAM e Face ID

Como já supracitado, o novo iPad Pro 2020 vem equipado com o novo SoC A12Z, com um CPU de 8 núcleos e uma unidade de processamento gráfico (GPU) também de 8 núcleos. O modelo de 2018 vinha equipado com o Soc A12X, também com um CPU de 8  núcleos, mas com uma GPU de 7 núcleos. Contudo, pela nomenclatura já se percebe que este A12Z, não traz uma diferença significativa em relação ao seu antecessor, o A12X. Aliás, é uma diferença residual, que não merece grande destaque, tanto que a Apple não fez nenhuma referência à melhoria do desempenho, em relação aos modelos de geração anterior. Apenas mencionou que era mais rápido e mais poderoso que a maioria dos laptops Windows.

Além disso, todos os modelos de 2020 contam com 6 GB de memoria RAM, enquanto que os modelos de 2018 apenas os modelos de 1 TB é que tinham a mesma memória. Os outros modelos com menos armazenamento tinham 4 Gb de RAM. Por fim tanto os modelos de 2020 como os modelos de 2018 contam com o Face ID como meio de desbloqueio do dispositivo.

Câmara dupla

O novo modelo também conta com uma câmara dupla semelhante à do iPhone 11, a Grande Angular e a Ultra Grande Angular. A Grande Angular tem um sensor de 12 MP e a Ultra Grand Angular conta com um sensor de 10 MP. Em relação à gravação de vídeo, a câmara Grande Angular do iPad Pro 2020 consegue gravar a 4K  a 24, 30 ou 60 fps. Já a Ultra Grande Angular grava a 1080p a 30 ou 60 fps, e 720p a 30 fps. O iPad Pro de 2018 vinha equipado com uma câmara Grande Angular de 12 MP.

Scanner LiDAR

Albergado ao módulo da câmara traseira do novo modelo, vem um novo scanner LiDAR, que tem como função tornar a AR (realidade aumentada) precisa, mais realista e mais avançada do que nunca. Esta funcionalidade é exclusiva do novo iPad Pro 2020. A tecnologia já é usada nos carros autónomos da Apple. Agora ficou tão compacta que já é possível transportá-la num iPad.

Bateria e Apple Pencil

De acordo com a Apple, a bateria do novo iPad Pro 2020 consegue ter a mesma duração que o iPad Pro 2018. Até 10 horas de autonomia em navegação web, vídeos, em modo Wi-FI. Com os dados móveis, a bateria dura até 9 horas. Os dois modelos têm suporte ao Apple Pencil de 2ª geração.

Como pode ver, muitas das funcionalidades são transversais aos dois modelos, com algumas exceções. Onde o iPad Pro 2020 leva a melhor é em alguns recursos relacionados com a câmara, gravação de vídeo, uma ligeira melhoria na unidade de processamento gráfico e o scanner LiDAR.

Qual modelo devo escolher?

Se for um utilizador intensivo da câmara do iPad, possivelmente as funcionalidades presentes nas câmaras, em especial a Ultra Grande Angular poderão ser muito úteis para si. Se for um criador de conteúdos, como por exemplo para o YouTube, ou faz clips de vídeo e filmes para outros tipos de trabalho, o suporte para gravação de vídeo 4K no iPad Pro 2020 supre com facilidade as suas necessidades.

Além do mais, segundo a Apple o novo modelo trás 5 microfones com qualidade de estúdio, que conseguem capturar o som de forma mais sofisticada e profunda, independente de como o tablet está ser segurado. Se não tiver estas necessidades, então o modelo de 2018, ainda serve perfeitamente o seu uso.

Se eventualmente for um editor de vídeos, criador de vídeo jogos, criador de apps, então tirará algum partido da capacidade do CPU e da GPU do A12Z, muito embora esse ganho de performance seja pouca relativamente ao modelo de 2018. Tenha em consideração que o iPad Pro de 2018 também lida muito bem com este tipo de conteúdo. No entanto, se procura uma ligeira melhoria no processamento, terá no iPad Pro 2020 algum ganho nesse quesito, contudo pouco relevante.

Se acaso for desenvolvedor ou programador de apps para AR, a funcionalidade do scanner LiDAR será um diferencial para si. Para a maior parte dos utilizadores, não será de todo uma necessidade ter esta tecnologia presente no seu dispositivo. Eventualmente, designers, arquitetos, poderão tirar partido deste scanner LiDAR no seu trabalho.

Seja como for, o iPad Pro 2018 ainda é uma máquina poderosa. Contudo, se procura recursos profissionais para a Realidade Aumentada, edição de avançada de vídeo em 4K e fotografia, e se está prestes a comprar o seu primeiro iPad Pro, talvez o iPad Pro 2020 seja uma compra mais adequada.

Os novos modelos do iPad Pro já estão à venda na loja online da Apple.

Nota Editorial do iClub

Inicialmente, passamos a informação que o SoC A12Z tinha um desempenho bastante significativo em relação ao A12X. Por norma, a Apple quando apresenta novos produtos, geralmente coloca os processadores mais potentes neles. Contudo, novas informações surgiram que contrariam um pouco essa lógica. Nomeadamente, testes sintéticos de benchmark obtidos através do GeekBench e AnTutu, mostram que a diferença de performance entre os dois modelos é muito pouca, e não é assim tão perceptível.

*Artigo atualizado pela nossa redação a 7 de abril de 2020. Data original da publicação: 25 de março de 2020

2 comentários

  1. Jota Barba 4 semanas atrás

    No texto a palavra trás está incorreta. É traz do verbo trazer…

    1. Samuel Pinto 4 semanas atrás

      Corrigido. Obrigado pelo reparo Jota Barba.

Leave a Reply