Final Cut Pro X agora com extensões que facilitam a vida aos editores de vídeo

A nova atualização do Final Cut Pro X, permite que agora sejam utilizadas extensões de terceiros na própria aplicação, estas vem proporcionar aos editores de vídeo profissionais ferramentas como aplicações e serviços, sem que tenham que sair da interface de edição.

As extensões têm uma aparência similar à do próprio Final Cut Pro e ficam integradas neste, permitindo aos editores arrastarem media para as bibliotecas do Final Cut Pro, sincronizar a reprodução entre as extensões e a linha do tempo, adicionar marcadores, entre outras. Estas extensões facilitam o uso de ferramentas populares que melhoram a pós-produção, incluindo revisão e aprovação na plataforma colaborativa Frame.io, procura de imagens e videos no Shutterstock, e gestão de media com o CatDV. Estas extensões podem ser descarregadas gratuitamente na Mac App Store. Segundo a Apple mais extensões ficarão disponíveis com o passar do tempo.

A nova versão do Final Cut Pro inclui também vários recursos que tem sido muito solicitados por editores de vídeo profissionais. A partilha em modo “Batch” permite que um utilizador exporte vários clipes ou projetos de uma só vez e torna-se especialmente útil para transcodificar rapidamente gravações de vídeo sem edição, diretamente no cenário, ou, para exportar várias versões de um determinado projeto. Uma nova janela de comparação permite aos editores visualizarem imagens de referência durante a gradação de cores, para que possam mais facilmente assegurar uma aparência consistente em todo o projeto.

Uma nova janela timecode flutuante irá tornar mais fácil aos editores de vídeo e a outros, acompanharem o projeto numa janela redimensionável e personalizável, com os nomes dos clipes categorizados por cores, exibição da função, timecode do projeto, e, o timecode original.
A redução de ruído de vídeo de alta qualidade minimiza os artefactos em gravações com condições de pouca luz ou em gravações de arquivo. Os editores podem agora criar e distribuir legendas no formato SRT ou optar por gravá-las nos seus vídeos, para garantir uma maior compatibilidade com uma ampla variedade de sites de vídeo. Além disto foi aprimorada a seleção de clipes individuais ou a seleção de um todo o enredo secundário, o que permite poupar tempo em operações de edição comuns.

A aplicação Motion, o poderoso complemento de animação gráfica do Final Cut Pro, também recebeu uma atualização que adiciona um conjunto abrangente de ferramentas de gradação de cores, incluindo círculos e curvas de cores, curvas de tonalidade/saturação e LUTs personalizadas. Estas ferramentas equiparam-se às ferramentas de correção de cores profissionais presentes no Final Cut Pro e podem agora ser utilizadas no Motion, para ajustar com precisão a aparência de títulos e gráficos em movimento. Os novos filtros do Motion incluem um efeito de banda desenhada personalizável que transforma instantaneamente qualquer imagem ou vídeo numa banda desenhada colorida ou monocromática. O novo filtro “Tiny Planet” permite que os animadores gráficos transformem um vídeo de 360 graus em animações esféricas, que podem possuir “Keyframes” que alterem esta animação ao longo do tempo.

A aplicação Compressor, o parceiro avançado de codificação do Final Cut Pro, passa a uma arquitetura de 64 bits que faz uso de toda a memória disponível do Mac, para melhorar o desempenho ao codificar vídeos de alta resolução e com uma alta taxa de frames. O compressor mantém o suporte para codecs de 32 bits, para que os editores possam continuar a trabalhar tal como anteriormente. Esta aplicação também suporta agora legendas SRT, um formato importante na distribuição de vídeo com legendas na internet e mercados internacionais.

As novas atualizações já se encontram disponíveis na Mac App Store.


O Melhor da Semana N.º4: Microsoft ultrapassa Apple e o iPhone XR é o mais vendido


0 comentários