Comissão Europeia aprova a aquisição da Beats pela Apple

A Comissão Europeia deu luz verde à compra da Beats Electronics e Beats Music por parte da gigante de Cupertino, dois meses depois de ser anunciada. O negócio de 2,2 mil milhões de euros aguarda ainda a autorização nos Estados Unidos, prevendo-se que esteja concluída no último trimestre.

A Comissão concluiu que “a concentração das duas empresas não coloca problemas de concorrência, uma vez que a quota de mercado combinada da Apple e da Beats Electronics é reduzida.”, a mesma sublinha ainda que “A Apple e a Beats Electronics não são concorrentes próximos, uma vez que os auscultadores que vendem apresentam funcionalidades e um design distintos”. Acrescenta ainda que “um grande número de competidores como a Bose, Sennheiser e Sony continuaram no mercado.”

Beats adquirida pela Apple

Em relação a Beats Music, que disponibiliza um serviço de streaming de música nos Estados Unidos e na Austrália. “A Comissão concluiu que a Apple enfrenta vários concorrentes no EEE (Espaço Económico Europeu), como o Spotify e o Deezer, tornando improvável que a aquisição de um serviço de menores dimensões, que não exerce atividades no EEE, possa conduzir a práticas anticoncorrenciais.”

A análise da Comissão concluiu ainda que “a operação de aquisição da Beats Music não daria a Apple o direito de excluir serviços de streaming concorrentes do acesso ao iOS”.

0 comentários