iPod

O leitor de música da Apple.

A Apple anunciou esta quinta-feira a descontinuação dos iPod Shuffle e do Nano. O catálogo de produtos iPod passa a ter só disponível o iPod Touch, com as seguintes capacidades de armazenamento, 32, e 128GB, em vez dos 16, 32, 64, e 128GB.

 

 

“Hoje vamos simplificar a nossa linha de iPod com dois modelos do iPod Touch agora com o dobro da capacidade começando em apenas 199$ e estamos a descontinuar o iPod Shuffle e iPod Nano” – disse um porta-voz da Apple ao Business Insider.

Era esperado já há bastante tempo este desfecho, ambos os modelos estavam super desatualizados e já não faziam qualquer sentido na gama de produtos da Apple. Esperamos agora para ver qual será o destino do Touch, será que o seu fim está próximo, ou esta mexida nas opções de armazenamento significa que mais tarde ou mais cedo ele será alvo de atualização?

Já passou algum tempo desde que a versão pública do iOS 10 foi lançada mas mesmo assim existem ainda alguns segredos por desvendar. Aos poucos vamos deixando aqui algumas dicas para vos ajudar na utilização deste novo sistema operativo. Muitas vezes acaba por ser incomodativo não saber se uma pessoa já leu uma mensagem que tenha sido enviada mas é possível activar a função dos recibos de leitura para determinados contactos.

Vamos lá ver então como podemos activar as notificações dos recibos de leitura para determinados contactos.

  • Para começar vão ter de abrir a app das mensagens;
  • Seguidamente vão ao nome/conversa da pessoa que pretendem receber as notificações de leitura;
  • Quando abrirem a conversa, vão verificar que na parte superior vão encontrar 3 opções. Do lado esquerdo uma seta que vos permite voltar para o menu anterior, no centro um circulo com a fotografia ou então uma ou duas letras pertencentes ao nome do remetente. Por fim do lado direito um “i”, vão ter de seleccionar esta última opção.
  • Um novo menu irá surgir onde vão ter várias opções, uma delas, por baixo do “não incomodar” será a “enviar recibos de leitura“. Só precisam de deslizar o “botão” até o mesmo ficar verde.
  • Depois disto só vão ter de seleccionar a opção do canto superior direito onde diz “Feito

A Apple disponibilizou oficialmente o iOS10, o tvOS 10 e o watchOS 3 esta terça-feira. Apesar de nas primeiras horas ter sido um caos devido a um erro mais tarde corrigido pela Apple tudo agora decorre normalmente. Aconselhamos que adotem os novos sistemas, quer seja o iOS, o tvOS ou watchOS em primeiro pela segurança e em segundo pelas novidades nos sistemas.

Os dispositivos que recebem estas novas versões são:

  • iPad 4
  • iPad Mini 2
  • iPad Air
  • iPad Air 2
  • iPad Mini 3
  • iPod Touch 6ª geração
  • iPad Pro de 12,9″
  • iPad Mini 4
  • iPad Pro de 9,7″
  • iPhone 5
  • iPhone 5s
  • iPhone 5c
  • iPhone 6/6s, 6/6s Plus
  • iPhone SE
  • iPhone 7 / 7Plus
  • Apple tv 4ª geração (tvOS10)
  • Apple watch series 1 (watchOS 3)

Fica a faltar o macOS Sierra que estará disponível para download para os Macs na próxima terça-feira dia 20 de setembro pelas 18h (hora de Lisboa).

Cada vez mais a Siri é o software de destaque da Apple, contudo por enquanto o trono ainda está no iOS, o seu sistema operativo mais utilizado. A Apple anunciou hoje o iOS 10, com 10 grandes novidades. Ficou a cabo de Craig Federighi a sua apresentação e a frase que ficou foi “this is the biggest iOS release ever for our users”. Estas mudanças vão desde um ecrã de bloqueio redesenhado e com notificações mais ricas, passando pelas interações com as aplicações e vão até às novas funcionalidades do 3D Touch.

1.”Raise to wake” (Acordar ao levantar)

Esta nova funcionalidade, como o nome sugere acorda o iPhone quando este é levantado mostrando o ecrã bloqueado com as notificações e as atualizações. As novas notificações têm um design renovado e usam ainda mais o 3D Touch.

0199

2. A nova Siri

Como já era de esperar, a Apple disponibilizou um SDK da Siri para programadores. Agora vai ser possível perguntar à Siri coisas como “envia um WeChat para a Maria a dizer que estou cinco minutos atrasado”. Isto abre uma interface do WeChat dentro da Siri onde podemos interagir ainda mais. Algumas das aplicações que já suportam estas interações incluem o Slack, o WeChat, o WhatsApp, a aplicação do Uber, Didi (uma aplicação muito usada na China), o Runtastic, o MapMyRun e o Skype. Para além disto, a Siri entende agora o contexto e faz sugestões baseadas na localização, no calendário, nas informações dos contactos e nas moradas recentes.0213

 3. QuickType

O teclado também sofreu algumas alterações, oferecendo agora também sugestões baseadas na inteligência da Siri. Estas sugestões incluem sugestões de contacto, locais recentes e muito mais.

4. Photos

Também baseado na inteligência artificial da Siri a aplicação de fotos também recebeu uma atualização. A aplicação deteta os objetos e a cena das fotos possibilitando assim pesquisar ainda mais dentro da aplicação. Toda esta inteligência é feita localmente, e este foi um dos pontos que a Apple mais frizou. A aplicação junta agora também as fotos de um determinado momento e faz filmes automaticamente com as fotos e os vídeos. Há também um novo separador apelidado de Memórias que mostra os pontos altos, as pessoas e um mapa de localizações dependendo das suas fotos.

0229

 

5. Apple Maps

A aplicação de Mapas da Apple sofreu um redesign total no iOS. Quem subiu ao palco para apresentar as novidades foi Eddy Cue que frizou o facto de os Mapas agora estarem “muito mais proactivos”. Os Mapas oferecem agora sugestões de restaurantes perto e o modo de navegação foi também redesenhado, mostrando agora informações de trânsito. Se a aplicação detetar muito trânsito no caminho ele calcula uma rota alternativa automaticamente. Para além disto, estas novidades vão também chegar ao CarPlay. A Apple oferece agora também uma API dos Mapas para programadores que podem desenvolver extensões para este, como por exemplo, reservas de restaurantes diretamente na aplicação dos Mapas.

0237

 

6. Apple Music

Como os rumores vinham afirmando, a aplicação de Música foi totalmente redesenhada. Segundo, Eddy Cue esta nova interface faz da música o herói da aplicação. No fundo aparecem agora a Biblioteca de música que  mostra as música disponíveis offline primeiro, um separador For You que para além de ter dentro o Connect oferece ainda sugestões baseadas em hábitos. Outra das grandes novidades foi também a chegada das letras das músicas à aplicação.

0243

 

7. Apple News

A aplicação do Apple News, que ainda não está disponível em Portugal, foi, assim como o Apple Music, totalmente redesenhado. A interface apresenta agora mais semelhanças com a interface do Apple Music, estão disponíveis notificações de notícias de última hora e subscrições

 

8. HomeKit e a nova aplicação Home

A gigante de Cupertino anunciou também uma nova aplicação chamada Home para o iOS 10 onde será possível controlar todos os produtos para uma “casa inteligente” que façam parte do programa HomeKit. Esta nova aplicação permite não só controlar cada dispositivo independentemente como também criar cenários com conjuntos de ações em vários dispositivos.

0254

 

9. Telefone

A aplicação do Telefone sofreu também alterações neste novo iOS. Para além de transcrições do voicemail, onde vai ser possível ler o voicemail em vez de ouvir, a aplicação recebeu também deteção de números de spam feito por aplicações de terceiros.

0257

 

10. Mensagens

A aplicação de Mensagens, que segundo Craig Federighi é a aplicação mais usado iOS recebeu também novidades. Agora há pré-visualização dos endereços enviados através da aplicação, os vídeos podem ser reproduzidos diretamente na aplicação, os emojis são agora até 3 vezes maior, vários tamanhos de letra, mensagens escritas à mão e muito mais.

0287

Para além destas 10 novidades, houve também pequenas atualizações nas Live Photos, a disponibilização do Safari em split-screen para iPad e encriptação end-to-end em todas as aplicações de mensagens. A Apple não disse nada durante a apresentação, mas surgiram algumas aplicações nativas na App Store o que indica que será possível a partir do iOS 10 esconder algumas aplicações nativas.

appsparaiphone

O iOS 10 está disponível a partir de hoje para os programadores, o beta público estará disponível em Julho e será disponibilizado para o resto do público no Outono e nos seguintes dispositivos: iPhone 5 ou superior, iPad 4 e superior, iPad mini ou superior, iPad Air e iPad Pro.

Vários compradores do novo iPad Pro têm-se queixado de um problema recorrente neste novo modelo da Apple que começou a ser comercializado este mês.

As pessoas têm-se queixado frequentemente no site de suporte técnico da Apple de que em algumas situações, depois de carregar o iPad Pro, o mesmo deixa de funcionar ficando com o ecrã negro, sendo mesmo necessário fazer uma reiniciação  do dispositivo.

Agora a Apple admitiu a existência deste problema oferecendo, no seu site, uma solução temporária até que a empresa consiga resolver a situação em definitivo. A solução passa pelo que também já foi descoberto pelos utilizadores: um hard reset ao dispositivo.

A Apple revelou hoje através da Apple Online Store a sua nova linha de iPods, que já não sofria nenhuma alteração desde 2012. Os novos iPod nano, iPod shuffle e iPod touch estão agora disponíveis em três novas cores: azul escuro, dourado e rosa choque.

Para além das novas cores tanto no iPod shuffle como no iPod nano nada mais se alterou, contudo o iPod touch recebeu uma atualização de hardware. O novo iPod topo de gama tem um processador de 64 bits (Apple A8), um novo processador de movimento (M8, já presente no iPhone) e uma câmara traseira de 8MP. Os preços para o iPod touch vão desde os 239€ (versão de 16GB) até aos 489€ (versão de 128GB) e está disponível nas três novas cores que se juntam ao prateado, vermelho (PRODUCT RED), prateado e cinzento sideral. O iPod nano está disponível apenas em versão de 16GB e nas mesmas seis cores que o iPod touch por 189€. Já o iPod shuffle está apenas disponível com 2GB, em 6 cores por 59€.

 

A Apple revelou hoje o seu novo serviço de streaming de música, o “Apple Music”. O serviço permitirá fazer streaming de música e de rádio, e será também possível o download de música para ouvir offline (sem ligação à internet). Tal como outros serviços de streaming de música, este recomendará nova música baseada nos gostos dos utilizadores, se bem que a Apple indica que estas recomendações não serão baseadas em algoritmos de computadores mas sim numa equipa de especialistas.

O Apple Music terá um preço de 9,99$ por mês para utilizadores individuais, ou 14,99$ para uma família de até 6 pessoas, com um período experimental gratuito de 3 meses. Ainda sem informações de preço para Portugal, o serviço estará disponível a partir de 30 de Junho em mais de 100 países e fará a sua estreia no iPhone, iPad, iPod Touch, Mac e PC. Surpreendentemente será também lançada uma aplicação para Android para disponibilizar também o serviço nesta plataforma, o lançamento da aplicação está estimado para o Outono, assim como o lançamento na Apple TV.

O Apple Music oferecerá funcionalidades como o “Beats1”, uma estação rádio com música 24h/dia sendo os responsáveis pela mesma os DJs Zane Lowe; Ebro Darden; e Julie Adenuga, e “Connect”, uma funcionalidade que permitirá aos artistas fazerem upload de música, fotos, e mensagens, conteúdo este que será partilhado com os fãs. Connect terá um funcionamento similar ao de um blog no qual os fãs se poderão inscrever e poderão posteriormente gostar e comentar publicações.

Apple Music Screenshots

A integração com a funcionalidade Siri também é uma aposta da Apple, será possível por exemplo pedir para reproduzir música de um artista ou faixas individuais, e poderá também ser feito um pedido mais generalista, como por exemplo pedir para reproduzir a música do top de verão de 2014.

A partir de agora a Apple competirá com rivais como o Spotify que já se encontra com uma forte presença no mercado. Uma vez que os preços são idênticos, a Apple parece querer competir com uma melhor experiência de serviço e integração com os seus dispositivos. A base de utilizadores de dispositivos iOS e o período experimental poderão desde já impulsionar a utilização deste novo serviço que se poderá tornar um concorrente de peso a outros serviços existentes.

A Apple anunciou hoje a próxima versão do iOS, o iOS 9. O foco da gigante de Cupertino para esta versão foi não só fazer um sistema mais inteligente como mais poderosos, começando com uma atualização da Siri.

A assistente virtual da Apple tem agora uma nova funcionalidade apelidado Proactive que oferece sugestões baseadas no dia, na hora e na localização. Esta nova funcionalidade permite à Siri ver as aplicações que tem instaladas e dar sugestões baseadas nessas aplicações. A Siri permite ainda agora pesquisar no Mail e encontrar os possíveis nomes de números que lhe ligam e não estão nos contactos. Tudo isto está no novo Spotlight que tem também uma nova interface.

d82072ec4d1d94f99f755ecdf22bd3ce9384d983_expanded_xlarge.0

O Apple Pay está agora disponível no Reino Unido e é compatível com mais bancos e mais serviços de cartão de crédito. Além disto ganhou suporte para cartões de lojas. A aplicação onde tudo isto está presente passou a chamar-se Wallet, em vez do anterior Passbook.

A aplicação de Notas também sofreu alterações tais como inserir imagens, listas de tarefas e até mesmo desenhos.

apple-wwdc-2015_1021.0

Os Mapas da Apple também receberam as tão pedidas atualizações, suportando agora direções de trânsito, incluindo de transportes públicos. Este novo serviço será lançado inicialmente em 20 cidade incluindo Nova Iorque, São Francisco, Beijing, Londres e Berlim.

apple-wwdc-2015_1225.0

A Apple lançou ainda uma nova aplicação Notícias. Esta nova aplicação é um sitio para consultar notícias de diversas fontes. Os artigos são apresentados num formato mobile com um layout apropriado para iOS. A gigante de Cupertino tem ainda parceiros nesta nova aventura como a CNN, Time, Wired, ESPN e o Buzzfeed. A aplicação permite ainda ver artigos da internet e ficará mais inteligente à medida que vai sendo usada. Estará disponível nos EUA, Reino Unido e Austrália.

apple-wwdc-2015_1370.0

Com o iOS 9 chegam também funcionalidades especiais para o iPad. Agora o teclado inclui shortcuts para cortar, copiar e colar e permite ainda tornar-se num trackpad. Contudo a maior novidade no iPad foi sem dúvida o modo de multitasking. Agora é nível possível executar duas aplicações lado a lado ao mesmo tempo. O task switcher foi também redesenhado e agora é possível fazer swypes no mesmo ecrã. Os vídeos podem ser agora vistos num modo picture-in-picture que pode ser movida por todo o ecrã. Este novo modo estará disponível para iPad Air 2 e superior e iPad mini 2 e superior.

O iOS 9 é ainda mais eficiente e mais pequeno. O novo iOS requer apenas 1.8GB de espaço livre para ser instalado e terá ainda um “low power mode” que pode ser ativado e permitirá aumentar a duração da bateria até mais 3 horas.

O iOS 9 trás ainda novidades no HomeKit e no CarPlay, podendo agora os fabricantes colocarem as suas aplicações no Carplay e controlar o automóvel através delas. Além disto, nos novos modelos o CarPlay não precisa de ser ligado via cabo.

O iOS 9 está disponível a partir de hoje para programadores registados e a beta pública estará disponível em Julho. A versão final será disponibilizada mais para o fim do ano e será compatível com iPhone 4S ou superior e iPad 2 e superior.

A Apple lançou o ano passado, juntamente com o OS X Yosemite uma plataforma que permite a qualquer utilizador testar as novas atualizações do seu sistema operativo antes de elas chegarem ao público em geral. Hoje a Apple disponibilizou esta plataforma também para iOS, podendo agora qualquer utilizador testar o sistema operativo móvel no iPhone, iPad e iPod.

Captura de ecrã 2015-03-12, às 19.24.32

A plataforma chamava-se, até hoje, OS X Beta Program contudo com a chega dos testes públicos do iOS o seu nome foi alterado para Apple Beta Software Program. Para além disso está também disponível uma FAQ alusiva também ao iOS e que explica algumas das questões que mais surgem na hora de aderir ao programa como por exemplo:

How do I get a shipping version of iOS back on my iPhone, iPad, or iPod touch?
Always back up your iOS device before installing beta software. To get a shipping release of iOS on your iPhone, iPad, or iPod touch, you can simply install the final version of the software you are testing when it appears in Software Update. If you would like to go back to a previously released version, you must first erase the beta software, then re-install the latest shipping version of iOS, and finally restore from your previously saved iTunes backup.

É ainda oportuno dizer que o iOS 8.3 beta 3 que foi disponibilizado aos programadores há algum tempo atrás e que agora foi disponibilizado a todos os que aderirem a esta nova plataforma tem erros já que ainda se trata de uma versão beta.

Pode inscrever-se na plataforma através desta página.

Gmail para iOS

Foi lançada ontem uma nova atualização para a app Gmail para iOS e com ela chegaram 3 novas funcionalidades há muito esperadas pelos utilizadores desta app. Vamos analisar cada uma delas.

A primeira funcionalidade (Quick Actions), e talvez a mais aguardada, permite agora ao utilizador ignorar, arquivar ou responder a emails diretamente a partir do ecrã bloqueado ou da página de notificações. Sendo que já não é necessário abrir a app totalmente, esta funcionalidade veio poupar bastante tempo aos utilizadores.

Gmail App para iOS - Quick Action

A segunda e terceira funcionalidade, diz respeito ao carregamento e visualização de anexos. A partir de agora, é possível anexar fotografias e documentos ao Gmail, diretamente a partir de outras aplicações. Como mostrado na imagem abaixo.

Gmail para iOS - Anexo

Para além disso, podemos agora escolher com que aplicação queremos abrir os anexos que recebemos nos emails. Ou seja, em vez de usar o “motor” de abertura de ficheiros da app, podemos agora escolher outras aplicações para abrir os anexos recebidos.

Interessados em experimentar estas 3 novas funcionalidades da app Gmail para iOS? Aqui fica o link para o download gratuito.