Eventos

Vários leaks têm surgido nos últimos dias que apontam para as várias novidades do iOS 14, além de uma nova interface para o ecrã principal. 

A confirmarem-se estes rumores e leaks, certamente que teremos novidades muito interessantes no iOS 14 este ano. Com base nisso, e nos códigos encontrados nas primeiras betas do iOS 14, começaram a surgir conceitos bastante apetecíveis sobre o que eventualmente poderá ser a interface do futuro sistema operativo móvel da Apple.

Ao que tudo indica, a Apple estará a trabalhar numa nova interface de utilizador, fazendo uma mudança significativa nos iOS 14. Mudança que em boa verdade, será bem vinda para muitos utilizadores, pois ao longos dos anos os iOS não sofreu alterações muito significativas. Aliás um assunto que até foi comentado num dos nossos podcasts.

Como poderá ser a nova interface do ecrã principal?

Com base nos rumores publicados no 9to5Mac, Parker Ortolani do BuzzFeed, concebeu algumas ideias interessantes sobre o novo design e a sua utilidade.

Parker Ortolani

No conceito de Ortolani, o novo ecrã principal do  iOS 14 inclui uma barra de pesquisa Spotlight na parte superior. Além disso, também idealizou controlos segmentados que permitem aos utilizadores alternar entre uma lista alfabética de todas as apps instaladas no iPhone. No mesmo conceito, aparece uma uma lista das apps mais usadas recentemente, e uma lista que inclui apenas apps assinaladas a vermelho, que serão notificações que requerem atenção do utilizador.

Também mostra como as pastas poderiam ser exibidas nessa visualização em lista, podendo ser expandidas para visualizar as apps dentro delas.

Outro conceito foi apresentado pelo site italiano iSpazio, em que permite os utilizadores alternarem a exibição em lista, ou exibição em grade. Sendo possível alternar no topo do ecrã.

Além disso, no conceito publicado pelo iSpazio, é possível visualizar descrições resumidas em cada app da lista, como o número de mensagens não lidas na app Mensagens, ou o próximo evento marcado na app Calendário.

Outro conceito vem publicado pelo site appletld, em que basicamente entrelaça os dois conceitos citados acima:

Conceito de @appletld

Inegavelmente, são conceitos muito interessantes, mas não passam disso mesmo, e baseados no código encontrado nas primeiras betas do iOS 14. Não há como saber se realmente estas funcionalidades serão implementadas da forma como foram imaginadas.

Seja como for, estamos a poucos meses da WWDC 2020, onde a Apple deve apresentar o novo iOS 14. E este ano, o evento será transmitido apenas online, devido à pandemia do Coronavírus (Covid-19).

Assim sendo, fique atento às novidades dos iOS 14 aqui no iClub.

A Apple acaba de anunciar que a sua Conferência Anual de Programadores WWDC vai realizar-se como habitual em junho, no entanto, num novo formato digital. Esta medida é claramente relacionada à atual pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A marca da maçã junta-se a um alargado conjunto de empresas de tecnologia (Google, Facebook, Microsoft, etc) que está a ajustar a sua agenda por conta da doença.

“Estamos a entregar a WWDC 2020 em junho de uma maneira inovadora para milhões de programadores em todo o mundo, reunindo toda a comunidade em redor de uma nova experiência”, disse Phil Schiller, vice-presidente de Marketing Mundial da Apple. “A atual situação de saúde exigiu a criação de um novo formato WWDC 2020 que ofereça um programa completo com palestras e sessões online, oferecendo uma ótima experiência de aprendizagem para toda a comunidade de programadores, em todo o mundo. Partilharemos todos os detalhes nas próximas semanas. ”

Craig Federighi, vice-presidente de Engenharia de Software da Apple, prometeu grandes novidades para esta 31ª edição da conferência:

“Com todos os novos produtos e tecnologias em que estamos a trabalhar, a WWDC 2020 será grande”, disse Craig Federighi. “Espero que os nossos programadores ponham as mãos no novo código e interajam de maneiras totalmente novas com os engenheiros da Apple que constroem as tecnologias e estruturas que moldarão o futuro em todas as plataformas da Apple”.

A Apple aproveitou para anunciar também que vai doar 1 milhão de dólares às organizações locais de San Jose (cidade onde se tem realizado as últimas edições da conferência), para compensar a perda de receita associada como resultado do novo formato online do evento.

Resta-nos agora esperar pelas próximas semanas para se ficar a conhecer a agenda oficial da WWDC 2020. Para já, ficamos com a certeza que vai ser repleta de novidades! Espera-se que a Apple anuncie na abertura do evento os seus próximos sistemas operativos iOS 14, iPadOS 14, watchOS 7, macOS 10.16 e tvOS 14. Existe ainda a possibilidade de serem feitos anúncios de hardware, incluindo o novo MacBook Pro de 14″ e os “atrasados” iPhone 9 e os novos iPad Pro.

Continue a acompanhar o iClub para saber mais da WWDC 2020!

Não se sabe quando o novo surto de Coronavírus (COVID-19) ficará controlado e as empresas de tecnologia demonstram algum receio em realizar grandes eventos que movimentem multidões. Vejamos o caso da MWC Barcelona 2020 que foi cancelada em meados de fevereiro e agora o Facebook cancelou a sua conferência anual de programadores F8 marcada para maio.

Fora da tecnologia, um dos maiores eventos do ano, os jogos Olímpicos de Pequim que arrancavam a 24 de julho, provavelmente também não irão acontecer por conta do novo Coronavírus. O comité olímpico encontra-se a discutir o eventual cancelamento com a Organização Mundial de Saúde.

Com todo este cenário de cancelamentos de eventos e de medo generalizado, será que a Apple vai manter os planos da WWDC 2020? Neste momento, não existe nenhuma informação, mas é algo que deverá estar a ser discutido internamente na Apple. Visto que a sua conferência movimenta mais de 5000 programadores de todo o mundo.

O que a Apple poderá fazer é ter a keynote de abertura no Auditório Steve jobs, no Apple Park, em Cupertino, ao invés de usar o McEnery Convention Center. Isto faria com que os anúncios fossem feitos na mesma e o ambiente fosse ainda mais controlado, não havendo a necessidade de ter tanta gente na plateia da apresentação. Já as talks dedicadas a novas funcionalidades e aos sistemas operativos em particular poderiam decorrer online.

Vamos ver como se vai desenrolar esta situação. A gigante de tecnologia deverá anunciar nas próximas semanas os seus planos para a conferência e o iClub estará atento para o informar em primeira mão.

Tanto nos novíssimos MacBook Air, como iPad Pro, o USB-C é a agora a porta em comum. A Apple decidiu abandonar a porta Lighgtning, característica transversal a toda a mais recente gama de dispositivos moveis da marca, para adoptar o USB-C como única porta de carregamento/expansão no iPad Pro.

Os mais pessimistas dirão: ´Lá vai começar (outra vez) a saga dos adaptadores’. Eu prefiro olhar para esta mudança da seguinte forma: ‘o começo da adoção do USB-C como conector padrão para toda a sua linhas de dispositivos.’.

Face à esta nova alteração era evidente que novas versões dos principais acessórios teriam de ser lançadas de forma a ‘acelerar’ a mudança para o novo tipo de conexão. Assim sendo segue-se uma breve apresentação das principais novidades.

Apple Pencil de segunda geração

O instrumento de eleição dos mais criativos foi actualizado para uma nova versão onde as mudanças não se resumem a meramente aspectos estéticos. É certo que ao primeiro olhar salta logo à vista o acabamento fosco/mate e que agora um dos lados é plano de forma a permitir o encaixe magnético a uma das faces laterais dos novos iPad Pro, sendo nessa posição que agora o acessório recarrega a bateria e sincroniza com o tablet. Para além disto o Apple Pencil é agora também sensível ao toque, sendo que a função de um duplo toque na face táctil do lápis é personalizável de app para app.  Por fim doravante ao tocar com o lápis no ecrã do iPad Pro, este desperta automaticamente.

Tanta novidade tem o senão de limitar a compatibilidade do novo Apple Pencil apenas aos novos iPad Pro e claro um upgrade também no preço, 135€, um acréscimo de 36€ face à anterior versão.

Smart Keyboard Folio

O Smart Keyboard Folio é a nova versão das capas com teclado que a Apple já oferecia para os modelos anteriores do iPad Pro. Contudo nesta nova versão a conexão entre a parte trás do teclado e o iPad é feita através de íman, em vez de se encaixar nas laterais. A partir de agora é também possível alternar entre duas posições de digitação, uma para a secretária e outra para ser mais fácil ‘teclar’ com o tablet no colo.

Apesar do Smart Connector ter mudado de posição (agora na parte de trás do iPad em vez da lateral) a mudança não traz quaisquer diferenças na sua usabilidade, ou seja, basta conectar o teclado ao tablet que tudo começará a funcionar imediatamente e como sempre, ao abrir a capa frontal, o iPad desperta automaticamente.

O novo Smart Keyboard Folio começa nos 199€ para a versão de 11 polegadas e vai até aos 219€ na versão de 12,9 polegadas.

Smart Folio

As capas para os novíssimos iPads Pro tiram partido da nova disposição dos ímans na traseira do tablet o que liberta as laterais   conferindo um look muito mais clean a todo o conjunto.

No mais, as Smart Folios têm um funcionamento parecido com o das Smart Cases de antes, com a proteção frontal dividida em “gomos” que você pode dobrar para posicionar o seu tablet em duas posições diferentes, de visualização ou digitação.

As Smart Folio para os iPad Pro de 12,9 polegadas apresentam-se em duas cores, branco ou cinzento-carvão e custam 119€. Para a versão mais pequena, a de 11 polegadas, o preço baixa para os 89€ mas é possível optar por mais uma cor, o rosa-areia que completa o leque com as outras duas cores já enunciadas para o modelo maior.

Carregador / Adaptador de Corrente de 18W

Para acompanhar os novos iPad Pro, a Apple está também desenvolveu novos carregadores / adaptadores de corrente de 18W, que substituem os anteriores de 12W, o que certamente carregará os novos dispositivos a uma velocidade superior.

As novas versões do carregador apresentam o nova conexão USB-C e podem igualmente ser utilizados para recarregar de forma  mais rápida os iPhones mais recentes. Contudo até o momento, a Apple ainda não disponibilizou este acessório para venda de em separado, o que significa que por enquanto, a única forma de conseguir o novo carregador de 18W é adquirindo um dos novos iPads Pro.

Adaptador USB-C para auscultadores

Talvez muitos não se tenham logo apercebido mas os novos iPads Pro também não dispõe de saída jack de 3,5mm, por isso, um novo adaptador USB-C para auscultadores foi também agora disponibilizado. Os que não conseguem passar sem música no ouvido vão ter de desembolsar mais 10€ para conseguirem ligar os seus auscultadores com fio ao novo iPad Pro.

Leitor de cartão SD USB-C

A nova porta USB-C dos iPad Pro vem permitir conectar diretamente os modelos mais recentes câmeras como por exemplo a Go-Pro. Contudo para quem dispões de modelos mais antigos de máquinas ou prefere uma transferência mais rápida, está a partir de agora igualmente disponível um leitor de cartões SD com conector USB-C.

Este novo acessório é compatível não só com os novos iPads Pro, mas também com qualquer Mac com conexão USB-C e realiza leituras e transferências a velocidade UHS-II. Está disponível por 45€.

Cabo carregador USB-C de 1 metro

Já se encontrava à disposição dos uitlizadores da Maça um cabo com dois connectores USB-C nas extremidades e com o comprimento de 2 metros, cabo essa que começou por acompanhar os MacBook Pro na transição para as portas Thunderbolt 3. Agora com os novos iPad Pro, a Apple passou também a disponibilizar a versão de 1 metro igualmente pelo preço de 25€.

Quando alguns já o davam como morto em favor do seu irmão mais novo, a Apple apresentou hoje um novo modelo do MacBook Air. O novo modelo traz um novo ecrã Retina, USBC-C e Touch ID. O design também foi trabalho e é agora mais leve e mais pequeno.

O novo modelo foi apresentado no Howard Gilman Opera House em Brooklyn, Nova Iorque esta tarde e traz também novas cores. O novo ecrã é bastante glamoroso, contudo ainda não foi desta que chegou o True Tone. Além disso, a moldura é também mais fina o que faz uma grande diferença. Já o teclado é a 3ª versão do tão famoso teclado com mecanismo de borboleta da Apple, do qual já ouvimos falar tanto por causa dos problemas que deu.

A qualidade de construção é a mesma que a Apple já nos vem habituando. Tal como o novo Mac mini é agora construído 100% com alumínio reciclado. O trackpad foi também melhorado e aumentado, tendo agora o mecanismo de Force Touch. As portas foram também atualizadas sendo que agora há duas portas USB-C, mas não tem MagSafe. E sim, também há um jack para auscultadores.

O novo MacBook Air já pode ser comprado em Portugal e tem entrega prevista para dia 6 de novembro. Existem apenas uma opção de tamanho: 13 polegadas com um processador Intel Core i5 dual-core a 1,6GHZ de 8ª geração, com Turbo Boost até 3,6GHz. Existem contudo, duas opções de espaço de disco: 128GB e 256GB e três opções de cor: cinzento cideral, dourado e prateado. Os preços são 1379€ para a versão de 128GB e 1629€ para a versão de 256GB.

A Apple apresentou hoje o novo iPad Pro. Este iPad tem agora mais tecnologia e mais simplicidade no seu design, um dos destaques deste modelo, é o preenchimento total da parte frontal pelo ecrã, o botão principal deixou de existir e está agora mais conforme com a nova gama de iPhones. Também à semelhança dos atuais iPhones a ficha de auscultadores deixou de existir. No modelo mais compacto o ecrã ganhou mais meia polegada, e passa agora a ser de 11”. O Face ID está agora presente neste modelo, o que permite desbloqueá-lo através do reconhecimento facial tal como já acontece nos modelos de iPhone mais recentes. A Apple indica que o novo processador A12X Bionic de 8 núcleos com motor neural de nova geração ultrapassa o nível de performance da maioria dos computadores PC portáteis existentes no mercado.

Este novo modelo aparenta marcar o fim da conexão lightning em favor da conexão USB-C que já se encontrava em uso na atual linha de computadores portáteis. Este novo tipo de conexão no iPad permite até que o mesmo possa ser utilizado para carregar o iPhone.

Este novo modelo aparenta estar também vocacionado para novos projetos AR (Realidade aumentada). O novo motor neural foi criado para que o mesmo possa aprender de forma rápida, desde fotografia a AR, isto permite a deteção rápida de plano em aplicações AR, assim como permite um reconhecimento facial acelerado. Outras funcionalidades que requeiram uma aprendizagem do dispositivo em tempo real também beneficiarão desta tecnologia. Este novo iPad apresenta câmaras e sensores avançados e um design com 4 altifalantes. Estão assim reunidas as condições para novas experiências AR, como por exemplo, medir a reflexão de objetos reais ou circular por edifícios com sobreposições 3D.

Demonstrações da nova versão do Photoshop CC foram feitas no decorrer deste evento, mostrando a utilização de inúmeras camadas (layers), a compatibilidade de documentos com a versão desktop, e o quanto é possível fazer numa aplicação “tablet”, demonstrando que este é o verdadeiro rival de um computador portátil. As novas capacidade gráficas do iPad foram também comparadas com as de uma Xbox One S, ao demonstrar que o jogo de basquetebol NBA 2K desenvolvido para o iPad se equipara à versão das consolas com uma excelente performance e renderização a 60 fps.

Destaque também para o novo Apple Pencil que agora apresenta um sistema de fixação magnético, este fixa‑se com um clique na parte lateral do iPad Pro para carregar e emparelhar automaticamente. São agora também possíveis novas formas de interagir com o Apple Pencil. Basta um duplo toque para mudar de ferramentas, sem ter de o pousar.

Principais características:

– Ecrã Liquid Retina de 11” ou 12.9” sem botão “home” e margens mais finas.
– Processador A12X Bionic
– Face ID
– Conexão USB-C
– Suporte magnético para o novo Apple Pencil
– Apenas 5.9 mm de espessura em ambos os modelos

O novo iPad Pro já está disponível para encomenda em duas cores: Prateado e Cinzento Sideral. As capacidades são 64GB, 256GB, 512GB, e 1TB. Continua a existir a possibilidade de optar por um modelo com ou sem dados móveis.

A Apple lançou seis vídeos promocionais onde são demonstrados os novos Mac mini, MacBook Air e iPad Pro.

Mac — Faça algo maravilhoso

MacBook Air — Leveza

Apresentamos o novo MacBook Air

Mac mini — A chegada

Apresentamos o novo iPad Pro

iPad Pro — Revolução

Para quem quiser ver o Evento Especial Apple completo, basta aceder a este link do site da Apple.

A Apple Store online encontra-se em modo de manutenção com a descrição “Voltamos já”, o que indica que já estão em andamento os preparativos para o lançamento de novos produtos Apple.

O evento de apresentação irá decorrer na Howard Gilman Opera House em Brooklyn, Nova Iorque, já partir das 14h00 (Fuso horário de Portugal Continental).

São esperadas novidades no que toca à gama de computadores Mac (o que inclui o Mac Mini) e também o lançamento de um novo modelo de iPad Pro.

É esperado que o novo modelo de iPad Pro apresente um novo design mais similar com o que está já a ser aplicado à gama iPhone, ou seja, é possível que o botão “home” desapareça e dê lugar ao preenchimento completo do ecrã na parte frontal.

Os rumores apontam também que o novo iPad Pro poderá apresentar a tecnologia de reconhecimento facial Face ID, tal como nos modelos mais recentes de iPhone.

No que toca à gama de computadores Mac, os rumores apontam para novas versões do Macbook de 12 polegadas, e é possível que seja introduzido um novo modelo portátil “low-cost” com ecrã retina, que visa substituir ou atualizar o presente MacBook Air. O Mac mini que já não não tem atualizações desde 2014, também poderá ser aprimorado com novos processadores e outros novos componentes internos, apesar de ainda não existir muita informação acerca do que este novo modelo poderá trazer a nível de novidades. Por fim, tudo aponta que tal como em eventos anteriores, este evento possa ser acompanhado em direto a partir de uma Apple TV, ou do site oficial da marca.

Depois dos já habituais recados iniciais onde a Apple se focou na educação e nas suas iniciativas para os mais novos, sendo que o iPad é já usado em várias escolas por todos os EUA em atividades que vão desde a programação de robots até à criação de música. A primeira grande novidade do evento de hoje foi a apresentação do novo iPad de 9.7 polegadas, e como seria de esperar as novidades são muito voltadas para as escolas.

O novo modelo mantém as 9.7 polegadas, mas com um grande diferencial, o suporte ao Apple Pencil recurso até agora apenas disponível nos modelos Pro. O ecrã do novo iPad é de alta definição com baixa latência e com as mesmas capacidades e precisão para o Apple Pencil, que segundo a Apple levará a criatividade dos estudantes ainda mais longe. As aplicações Pages, Numbers e Keynote serão atualizadas para permitir suporte ao Apple Pencil, sendo a partir de agora possível adicionar desenhos e anotações à mão nos documentos e apresentações.

Outro dos recursos voltados para educação apresentado foi o “Smart Annotation”, uma nova ferramenta do Pages que permitirá anotações sobre documentos utilizando inteligência artificial. O editor de textos da Apple vai ainda incluir uma ferramenta para a criação de livros digitais diretamente no iPad, para além disso, vai ser possível usar as câmaras do aparelho para inserir anotações e conteúdo nos trabalhos.

Por dentro, o novo iPad terá uma câmara traseira de 8MP, uma câmara frontal Facetime HD, um ecrã de 9.7 polegadas retina, Touch ID, processador A10 Fusion e bateria para 10 horas.

Nos EUA o novo iPad vai custar a partir de 329$ (modelo apenas com WiFi de 32GB) para o público em geral e 299$ para as escolas. Estará disponível a partir de hoje, com entrega prevista para a próxima semana. As atualizações às aplicações Pages, Numbers e Keynote estarão disponíveis logo após o evento.