Apple nunca será uma operadora de telecomunicações

A possibilidade da Apple transformar-se também numa operadora de telecomunicações surgiu pela primeira vez em Outubro de 2014, quando a empresa introduziu no mercado o seu Apple SIM. Esta cartão, que está disponível em alguns países e apenas para iPads, permite aos utilizadores mudarem de operadora telefónica sem ter que mudar de cartão, ao contrário do que acontece actualmente.

Mas, pela primeira vez, Tim Cook fala abertamente desta possibilidade.Durante uma entrevista que deu em Amesterdão, Cook o sucessor de Steve Jobs, disse que a empresa não se vai transformar numa MVNO (Mobile Virtual Network Operator).

Mas não deixamos de nos questionar, seria um mercado onde a Apple teria todo o poder, o iPhone é o produto mais icónico do mundo, uma das peças de tecnologia mais desejada tanto que o próximo modelo o “iPhone 7” ainda nem foi lançado e a procura já supera todas as expectativas. Por este motivo a Apple ordenou aos fornecedores a maior produção de sempre da próxima geração de smartphones da Apple.

Tim Cook avança que a Apple nunca irá para esse caminho, referindo que actualmente trabalham com determinadas operadoras como a AT&T nos Estados Unidos, a O2 no Reino Unido e ainda a T-Mobile e a Orange:

Our expertise doesn’t extend to the network. We’ve worked with AT&T in the US, O2 in the UK, as well as T-Mobile and Orange, and we expanded as we learned more. But generally, the things Apple likes to do, are things we can do globally.

We don’t have the network skill. We’ll do some things along the way with e-SIMs along the way, but in general, I like the things carriers do.

Tim Cook humildemente assume que a Apple não possui os conhecimentos de redes de telecomunicação para entrar nesse ramo. E que a empresa sempre gostou ter projectos a nível global, e que a própria operadora da marca iria trazer limitações regionais à comercialização.

0 comments