Apple corta relações com fornecedor chinês por este empregar trabalhadores menores

Apple trabalhador

A Apple publicou ontem o seu Relatório de responsabilidades dos fornecedores onde divulga o seu programa de auditoria de 2012.

No relatório a Apple revelou entre muitas outras informações que cortou relações com um  fornecedor chinês por este empregar trabalhadores menores de idade.

Em Janeiro de 2012 a Apple fez uma auditoria ao seu fornecedor Guangdong Real Faith Pingzhou Electronics Co., Ltd. que produz componentes de placas de circuitos usados por muitas empresas e constatou que havia 74 casos de trabalhadores menores de 16 a trabalhar na empresa.

Esta infração vai contra o código de conduta da Apple e resultou na quebra de relações entre as duas empresas.

A Apple revelou ainda que tem vindo a aumentar as auditorias aos seus fornecedores e que em 2012 houve um aumento de 72% no número de auditorias realizadas em relação a 2011.

Ao contrário do que se pensa a Apple tem regras bastante rígidas no que diz respeito às condições de trabalho dos trabalhadores dos seus fornecedores e tem vindo ano a ano a tentar melhorar as condições laborais e de formação dos mesmos.

0 comentários