Receitas crescem 7%, iPad vendeu mais e serviços continuam em crescimento

Como esperado, a gigante de Cupertino apresentou esta terça-feira os resultados financeiros referentes ao período Q3 2017, fechado a 1 de julho. Com uma receita de 45,5 mil milhões de dólares e lucros de 8,72 mil milhões de dólares.

Neste trimestre destacam-se a ligeira subida nas vendas de iPad, com 11,4 milhões de unidades vendidas. E a continuidade no crescimento dos serviços, com vendas de 7,26 mil milhões de dólares.

A procura por iPhone subiu face ao trimestre hómologo, com 41 milhões de unidades vendidas.

Tim Cook elogiou o aumento da receita e ainda o recorde trimestral na receita dos Serviços:

Com uma receita de 7% em relação ao ano anterior, estamos felizes em reportar o nosso terceiro trimestre consecutivo de crescimento acelerado e um recorde trimestral trimestral na receita dos serviços”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “Nós organizámos uma  Worldwide Developers conference, altamente bem sucedida em junho, e estamos muito entusiasmados com os avanços no iOS, macOS, watchOS e tvOS que chegarão no outono.

E o CFO da Apple, Luca Maestri, destacou o crescimento de 17% no lucro por ação:

Nós divulgámos crescimentos em unidades e receita em todas as nossas categorias de produtos no trimestre de junho, gerando um crescimento de 17% em ganhos por ação. Também devolvemos 11,7  mil milhões a investidores durante o trimestre, levando os retornos de capital cumulativos dentro do nosso programa para quase 223 mil milhões.

Para o quatro trimestre fiscal a Apple prevê os seguintes resultados:

  • Receita entre 49 mil milhões de dólares e 52 mil milhões de dólares
  • Margem bruta entre 37,5% e 38%.
  • Despesas operacionais entre 6,7 mil milhões e 6,8  mil milhões de dólares.
  • Outras receitas / (despesa) de 500 milhões de dólares.
  • Taxa de imposto de 25,5%.

0 comentários