Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Mover para o Topo

Topo

Sem Comentários

Visible Green Smart Charger

Visible Green Smart Charger
João Carvalhinho

Quando se pensa em inovação em fontes alimentação pensa-se logo em adaptadadores mais finos, mais leves, caixas transformadoras mais pequenas, mas no que toca a cablagem…

Mas é um cabo… (ponto final).

A Dexim resolveu inovar exatamente por aí: Porque não dar uma finalidade diferente ao componente mais simples da equação?

E foi isso que fizeram.

Duas novidades

Na realidade a inovação vem em duas frentes. Primeiro dotaram o transformador de um corta-corrente que quando o processo de carregamento está concluído, este desliga-se completamente, evitando o habitual desperdício dos transformadores normais, que mesmo que não estejam a carregar um equipamento (ou seja estejam em standby), gastam electricidade.

Mas a grande inovação vem do cabo. O componente mais simples assume uma nova funcionalidade surpreendentemente simples e prática que é informar o utilizador de qual o ponto do carregamento é que o processo se encontra.

Ou seja, quando se põe um iPod/iPhone/iPad a carregar todo o cabo se ilumina mostrando se falta muito para carregar ou se já se pode retirar o iphone do carregador sem ter medo de que se desligue ao fim da primeira chamada.

Mas é mesmo o cabo?

Sim, ou melhor… não, na realidade não é “o cabo” como nós estamos habituados a pensar.

Este cabo é composto pelos dois cabos normais de corrente (mais e menos) e por duas “fibras opticas” (electroluminescent wire) entrelaçadas de forma a que acendendo alternadamente e com ritmos diferentes, vão indicando ao utilizador qual o estado da carga do equipamento a carregar.

Assim, quando a carga está abaixo dos 65% as “fibras opticas” alternam rapidamente, quando a carga está entre os 65 e os 99% alternam lentamente e finalmente quando a carga atinge os 100%, estas desligam-se.

Toda esta inteligencia encontra-se no terminador USB, que faz a análise e procede a iluminação das fibras, ou seja funciona mesmo quando se carrega o equipamento numa porta USB de qualquer computador.

Uma das dúvidas que me assumia era o que acontecia se estivessemos a usar o iPod ao mesmo tempo que este carrega, ou seja, se depois das luzes apagadas, se usássemos o iPod com ele ligado na corrente, conseguiríamos fazer com que as luzes se acendessem…

Os testes não permitiram chegar a uma conclusão…Supostamente partindo de uma situação de 100% de carregamento o iPod em questão nunca chegou a passar a barreira dos 99% mesmo com jogos… como tal as luzes nunca voltaram a acender.

Por um lado é enganador, pois se está a passar corrente, deveriam estar acessas as luzes… por outro lado dá-me muito jeito… é que eu uso o Sleep Cycle que exige que o equipamento esteja ligado na corrente, “virado de cabeça” para baixo, deitado na cama ao nosso lado para analisar o movimento corporal durante o nosso sono…

…Diga-se que dormir com uma árvore de natal não é muito simpático!

Pontos fortes

  • Funciona como anunciado, permitindo poupar electricidade
  • Deixa de ser necessário desbloquear o equipamento para ver se está carregado
  • Funciona mesmo em porta USB de computador

Pontos fracos

  • Cabo muito curtinhho (80cm) para o meu perfil de uso – a minha cama é grande!
  • Cabo mais rígido do que as outras soluções sem iluminação

Testado num iPod Touch com iOS 6

Produto distribuido em portugal por Servisoft

Submeter Comentário