Teste de benchmark realizados aos novos iMac revelam aumento de 10 a 25% na sua performance

O site Primate Labs realizou vários testes de benchmark aos novos iMac e concluiu que houve um aumento de 10 a 25% na sua performance quando comparados com os iMacs da geração anterior.

Neste comparativo foram comparados os novos iMacs com os da geração anterior, Macs mini e Macs Pro estes foram submetidos ao testes do Geekbench Browser que permitiu testar a performance dos processadores e memória de cada computador.

Quanto mais alta for a pontuação melhor.

iMac Performance

Os benefícios dos novos processadores Ivy Bridge são claros, o novo topo de gama iMac de 21,5 polegadas é quase 10% mais rápido que o antigo iMac topo de gama de 27 polegadas. Os novos iMacs de gama média e gama baixa também demonstram melhorias.

 

iMac e Mac mini Performance

Tanto o iMac como o Mac mini usam processadores Ivy Bridge, então, nenhum dos dois tem uma vantagem sobre o outro relativo à arquitetura de processamento. O que é interessante aqui é a comparação entre os iMacs com processadores Core i5 quad-core  com os Macs mini com processadores Core i7 quad-core. Já que os processadores Core i7 têm tecnologia hyper-threading (e o Core i5 não), estes podem executar mais instruções ao mesmo tempo, resultando assim num melhor desempenho.

Isto significa que o Mac mini de gama média é mais rápido que o iMac de gama média que custa quase o dobro do preço. É verdade que o iMac já tem um ecrã incluído e uma gráfica com um GPU modesto, mas estes resultados de Geekbench mostram o quão poderoso o novo Mac mini é apesar do seu tamanho.

 

iMac e Mac Pro Performance

 

A Apple não atualiza significativamente o Mac Pro desde 2010, o Mac Pro está “preso” a processadores desatualizados. Isso dificulta o seu desempenho a um ponto onde o novo iMac é mais rápido do que alguns dos atuais Macs Pro. Apenas os Macs Pro de 12 núcleos se conseguem distinguir realmente (tanto no desempenho como no preço) dos novos iMacs.

0 comentários