SwitchEasy Colors for iPhone 5

Conheço-lhes os trejeitos, aquela posição de ombros erguidos, a maneira como me falam. Conheço-lhes o olhar desalentado, a voz trémula, o olhar que me faz adivinhar que vão dizer-me frases como “Tinhas razão…”, “Desta vez aconteceu-me a mim…”, “Que grande azar!”. E eu, de acordo com o modelo de iPhone que cada um traz no bolso, ou por vezes bem pior, num envelope amachucado, respondo “100”, “150” ou “200 Euros”.

Eu conheço bem os meus amigos, conheço bem os utilizadores de iPhone, são muitos anos a avisar de que o uso sem protecção pode um dia fazer-se pagar e por vezes bem caro.

Sou um fanático de capas. Alguns deles sabem-no. Protegem o investimento feito num telefone que é caro. E que é muito bonito. E há uma linha fina entre a exibição e fruição da beleza e o desastre. O desastre, nem sempre é à primeira queda. Dúzias de pessoas me têm dito ao longo dos últimos anos que os seus telefones sofrem pequenas quedas e que nada sofrem. A esses respondo-lhes “Foi sorte” e há um dia, há sempre um dia, em que a sorte chegou atrasada. O tal jogo do risco.

“Só há dois tipos de iPhone, os que já caíram ao chão e os que vão cair ao chão”

Digo publicamente inúmeras vezes “Só há dois tipos de iPhone, os que já caíram ao chão e os que vão cair ao chão”. Eu sei-o. Os utilizadores sabem-no. Mas cada um sabe de si, e o reparador de telefones sabe de todos. Então porque insistem as pessoas em usar um equipamento frágil sem o proteger de acidentes? Porque é belo, (já sabemos), porque gostam de desfrutar de uma beleza industrial que poucos conseguem igualar, mas acima de tudo porque arriscam num jogo em que se ganha às vezes, mas em que se
perde quase sempre.

Sou fanático destas protecções. Tenho inúmeros artigos escritos sobre capas de iPhone, possuo dúzias de modelos de pequenos pedaços de plástico, borracha, silicone, pele e outros materiais que conheço bem, a ponto de escolher “a capa do dia” de acordo com o ambiente que vou frequentar. E nada tem a ver com a beleza da capa, a sua cor ou textura. Tem a ver com a capacidade do meio ambiente em que vou operar e com a capacidade de agressão ao “My precious” que é o único gadget que me acompanha 365 dias por ano em qualquer circunstância. Se vou para uma noitada de pesca, vou querer impermeabilidade, se vou para uma obra, vou querer que o pó me não invada os interstícios do telefone, se vou guiar preciso de uma capa diferente da que necessitarei se for, por exemplo, a uma conferência de algumas horas.

SwitchEasy Colors

Haverá quem olhe para estas escolhas como algo de incompreensível. Aceito. Pessoas que me dizem “Tenho uma capa e essa capa é multi-usos”. Por norma não discuto, mas sei muito bem que isso é uma inverdade. Não existe tal coisa como capa “todo o terreno”. Existem boas capas, (existem milhares de más, para compensar) e existem as boas e aquelas que são tão boas que acabam por se tornar uma verdadeira chatice de utilizar. Na dúvida procuramos o meio termo e o “meu” meio termo é a Switch Easy, modelo Colors.

O material

Não estamos perante uma novidade. O material em que é fabricada a Colors da Switch Easy tem anos de provas dadas. Lançada inicialmente para o modelo 3/3GS, tem resistido à passagem do tempo e das tendências de mercado, fruto da sua qualidade, fruto de algum arrojo na escolha de cor, mas sobretudo devido às provas de resistência e protecção efectiva.

SwitchEasy Colors

Produzida numa única peça em borracha, a Switch Easy Colors “veste” na perfeição o seu iPhone. Ao contrário de dúzias de capas de silicone e plástico barato, não deixa folgas, e o seu design é inteligente e simples. Simples porque não inventa dificuldades à colocação e remoção (coloca e remove em menos de dois segundos), inteligente porque o material deixa o vidro frontal suficientemente “afundado” para que um impacto num chão rugoso não cause danos de maior. Um botão brilhante, no mesmo material da capa, sobrepõe-se ao Home Button, protegendo-o (tem os seus inconvenientes mas falarei deles mais à frente). Os botões Sleep e de regulação do volume (+-) ficam cobertos pela camada protectora da Colors. O speaker e a coluna estão acessíveis (e visíveis) no bordo inferior, com o fabricante a optar por tamanhos diferentes para essas aberturas (pouco compreensível, uma vez que área de um e de outro são exactamente iguais) e para o acesso ao Lightning Connector. Creio ter percebido a opção: Ao trabalhar-se com produtos como a borracha, quanto mais aberturas amplas o material tem, mais este tende a perder a tensão superficial e a alargar. Quem concebeu a Switch Easy Colors para iPhone 5 percebeu bem a evolução natural da geometria dos telefones. Os modelos anteriores “sofriam” com essa abertura a toda a largura do bordo inferior. alargando mais e sobretudo tornando menos prática a colocação dos plugs de borracha nas portas. (Já lá iremos).

O material da Switch Easy Colors fica justo sem ficar sob tensão. Apesar de ter um toque suave (muito bom, quando comparado com a maioria das borrachas utilizadas por outros fabricantes), o material não agarra cotão nos bolsos ou noutros locais onde o telefone possa estar guardado, não produz estática (seria muito mau!). Tem um grau de atrito q.b., suficiente para que não deslize sobre um tablier de um automóvel, ou para viajar sem se deslocar em cima do tecido de umas calças de um condutor (quem, eu?). Uma única regra, não guarde papeis importantes no mesmo bolso (sobretudo papel-moeda). Quando retirar o seu iPhone do bolso, todos os papeis que o mesmo contiver tenderão a sair agarrados ao mesmo (e nós podemos não querer isso). É um preço a pagar pelo bom material utilizado nesta capa. Como lhe disse anteriormente, o toque não engana.

A protecção

No capítulo da protecção, a Switch Easy Colors eleva a fasquia um pouco mais alta. Na embalagem do produto, o comprador encontra ainda duas películas para ecrã, e dois plugs de borracha de cor condizente que servirão para tapar as entradas de headphone jack e Lightning connector. São separados da capa em si e isso torna fácil que os possa perder (quando não estão colocados, porque se encaixam firmemente e sem folgas), mas uma única hora de uso em ambiente “hostil”, revelar-se-ão uma excelente opção. Sobretudo no que diz respeito a areia… (Para ajudar à colocação das películas, o fabricante inclui na embalagem um pequeno pano de limpeza e uma mini-espátula plástica).

SwitchEasy Colors

A Switch Easy Colors para iPhone 5 (bem como para todos os outros modelos – excepto iPhone original) está disponível numa generosíssima panóplia de cores – 13! – (Baby Blue, Baby Pink, Crimson, Fuchsia, Lilac, Lime, Mican, Milk, Mint, Saffron, Stealth, Turquoise e Viola) , nem todas cores “fáceis”. Digo isto porque são cores vibrantes, pouco anónimas e que raramente vemos ser usadas nestes materiais. Claro que no leque existem cores discretas, mas são curiosamente (ou não) as mais vivas que têm mais sucesso entre os consumidores. Escolhi a mais viva de todas. Um Lime que não raras vezes me é apontado como “Wow!”. Porque gosto (O que seria do Amarelo?), mas isso tem outras implicações. O facto de se ter um problema mecânico no automóvel, por exemplo. Da primeira vez em que tal sucedeu, houve ali um momento em que pensei “Pobre capa! Nunca mais vais ser a mesma…” depois das minhas mãos, cheias de óleo e outros resíduos cujo nome nem quero conhecer, lhe tocou. Se tem uma profissão sujeita a sujidades mais agressivas e precisa de manusear um iPhone protegido com uma destas capas, descanse. A capa é integralmente lavável e redquire em poucos instantes toda a sua estética. Como lhe disse, é lavável e a sua durabilidade é muito longa (dei há dias a uma familiar uma capa Colors do meu iPhone 3G original. A pessoa usa-a garbosamente e poucos fabricantes conseguem este tipo de longevidade em produtos de baixo custo).

SwitchEasy Colors

Existem apenas dois pontos negativos nesta capa. Não é possível usar um cabo com adaptador Lightning sem a retirar (é uma falha severa, apenas compensada pela rapidez com que a mesma pode ser removida do iPhone), uma vez que a divisão da abertura inferior não contemplou essa hipótese e não permite o encaixe. É algo que o fabricante pode rever com alguma simplicidade (mas terá de reformular o molde…) e o botão que protege o Home Button tende, quando o telefone é transportado no bolso em ambiente de pressão mecânica, a ser accionado. Uma simples reconfiguração das funções do Home Button no sistema operativo do iPhone termina o problema. Até o fazer, escutei algumas pessoas a dizer-me “Tens alguém a falar no teu bolso…”.

allcolors

A Switch Easy Colors é, contas feitas a todas as suas virtudes e defeitos, uma excelente aquisição por um preço absolutamente normal de 20,99 Euros (Preço recomendado, your mileage may vary…). Os produtos SwitchEasy são distribuídos em Portugal por Genios Digital Lifestyle

0 comentários