Smartphones virtualizados em 2013?

Não deixa de ser uma sensação de déjà-vu aquela que sinto quando olho para a evolução dos smartphones: depois de um início auspiciosamente simples, os sistemas operativos mobile vão ficando cada vez mais complexos e com mais funcionalidades – ao estilo do que se passou com os sistemas desktop.

Para 2013, há quem acredite que se venha a ter smartphones a correr diversos sistemas operativos em simultâneo, à semelhança das máquinas virtuais que algumas pessoas utilizam nos seus PCs (e servidores).

A ideia é que, com hardware e/ou memória adequada, também um smartphone poderá facilmente correr múltiplas instâncias de um, ou vários, sistemas operativos. Numa das aplicações mais simples teríamos o caso de um mesmo smartphone estar a correr um sistema operativo dedicado ao trabalho (com todas as apps e configurações necessárias), sem interferência de outro sistema operativo onde se poderiam ter as coisas pessoais.

Como sempre… o que me preocupa não é saber se os smartphones serão tecnicamente capazes de o fazer (basrará olhar para a evolução tecnológica esperada para concluir que sim)… mas sim se os responsáveis por tais sistemas serão capazes de o implementar de uma forma que seja de fácil e prática utilização!

0 comments