Podcast do iClub #20 – Música: Basorexia Army

Um dos maiores trunfos da Apple é sem sobra de dúvida a música, o ecossistema musical tem vindo a crescer a olhos vistos e  hoje vamos dar a conhecer os: Basorexia Army. Para além disso vamos conhecer  o iPhone de Artur Azevedo na rúbrica, “No iPhone de” e ainda vamos ficar a conhecer algumas dicas para iOS.

Outubro 2001, Steve Jobs teve provavelmente o lançamento mais arriscado da história da Apple. Pouco depois dos atentados ao World Trade Center, o famoso 11 de Setembro, Steve mostrava o novo elemento da família Apple.Assim nasceu o iPod, um pequeno dispositivo que facilmente transportava 1000 músicas sem qualquer tipo de problemas. O verdadeiro “MP3 killer”, sim porque depois deste dia os leitores de MP3 tornaram-se velhos, obsoletos e fora de moda. A música portátil passou a ser um “fixe”, um dispositivo que dava vontade de mostrar para todos o verem, um dispositivo que levou ao nascimento do iTunes e posteriormente à Apple Music. Esta evolução musical, a possibilidade de sair do anonimato levou a que muitos tivessem possibilidade de divulgarem o seu trabalho de uma forma mais acessível, com a colocação dos seus álbuns no iTunes, automaticamente disponível a nível global.

Graças a esta partilha de informação sem fronteiras e sem qualquer tipo de restrições, conhecemos uma banda que já conta com dois álbuns lançados, e que nos apresentam um a variante de música Pop, Electrónica e Rock.

Afonso Martins e Hugo Grave são os Basorexia Army, uma banda que nasceu como qualquer outra pela paixão e gosto pela música. Este dois amigos não são uma caso isolado no panorama músical nacional, existem inúmeras bandas que batalham para conseguir aquilo que Afonso e Hugo conseguiram, falo de 2 álbuns de originais.

O primeiro EP lançado pela banda em 2013 intitulou-se “EP 001“.

Episódio 1, o primeiro capitulo, os primeiros passos da banda no panorama musical com o projecto Basorexia Army e quando os seus fieis seguidores aguardavam o lançamento do segundo álbum o qual esperavam que fosse o segundo capítulo, ou seja o EP 002 surgiu a surpresa.

A maturidade da banda, o crescimento sonoro e novamente um álbum com novos originais fez com que houvesse uma necessidade de um nome mais adulto e que demonstra-se a evolução do grupo

Assim nasceu o “Two sides of a broken heart“, um álbum que veio satisfazer a necessidade de crescimento da própria banda assim como a dos seus seguidores de terem novo conteúdo.

Não podemos considerar os Basorexia Army como sendo uma banda de garagem, pois já pisaram palcos de norte a sul do nosso país, possuem dois álbuns e uma pequena legião de fieis seguidores.

Nos próximos meses poderão ver os Basorexia Army em acção em alguns concertos que têm já agendados: no dia 25 de Março no Festival Santos da Casa em Coimbra, e na Associação Cultural Mercado Negro (Aveiro) no dia 27 de Maio. Poderá também encontrá-los no Facebook, YoutubeiTunes, no Spotify e no SoundCloud.

Este vigésimo episódio é um marco na nossa história. Com este vigésimo episódio damos oficialmente inicio à segunda temporada deste podcast. Mas o que significa isso? Será uma temporada onde temas como empreendedorismo, música, rumores e atualidade Apple, dicas e lifestyle serão os ingredientes deste nosso recomeço.

Mas porquê falarmos de música?

Existe muita música boa em Portugal, tem de se dar reconhecimento e valor ao esforço que estas bandas tem para conseguirem atingir não a fama mas o sucesso.

Os Basorexia Army são a primeira banda a ser falada no iClub, e eu como apaixonado por música pretendo dar reconhecimento a estas novas sonoridades que estejam presentes no iTunes.  Para tal se têm uma banda que esteja presente no iTunes e a querem divulgar no panorama nacional entrem em contacto com o Podcast do iClub para o seguinte email: podcast@iclub.pt.

O Podcast do iClub está ligado à comunidade Apple. Mais do que as notícias e as visões pessoais sobre os assuntos mais recentes temos ainda dicas exclusivas e muitas surpresas. O Podcast do iClub chegou para o ajudar a tirar o máximo proveito do seu iPhone, iPad, Mac, Apple Watch e Apple TV e divulgar projetos nacionais interessantes, que envolvam tecnologias igualmente interessantes e pioneiras. O podcast está disponível para download via iTunes, SoundCloud ou no Youtube.

0 comentários