Novo Google Maps para Android no dia em que chega o iOS 6

Poderá ter sido uma mera coincidência que no dia em que o iOS6 chega ao público, e perca os mapas do Google, o Google lance uma nova versão do seu Google Maps para Android.

O novo Google Maps facilita a introdução de locais, ao sincronizar as vossas pesquisas entre todos os equipamentos que usam. Se pesquisaram por algo no computador, essa pesquisa será sugerida caso comecem a escrevê-la no vosso Android, facilitando o processo de encontrar locais pelos quais procuraram recentemente. (Para que isto funcione têm que estar com o login feito no google maps, e com o histórico web activado).

Também é possível ver o histórico das pesquisas feitas nos mapas e dos destinos, indo a My Places, e espreitar a secção “search” ou “directions”. E tal como nas versões anteriores, é possível (e recomendável) que definam as localizações da vossa “casa” e “trabalho”, para que assim possam navegar até lá escrevendo apenas esses atalhos.

Se têm um android, bastará irem ao Google Play para instarem ou actualizarem a App do Google Maps (se não tiverem as actualizações automáticas activadas).

Agora a grande questão que se coloca é quando é que surgirá uma app do Google Maps nativa para o iOS. O Google já disse que tinha intenções de “chegar a todos os utilizadores”, e houve até relatos que afirmavam que a App estaria pronta a tempo da estreia do iOS6 (mas se é o caso, até este momento, ainda não apareceu). Outros argumentam que o Google poderia muito bem fazer “suar” um pouco os utilizadores de iOS, deixando-os ver o quanto estão a perder com os novos mapas da Apple (que podem ter modos “bonitos” em 3D fly-over… mas cuja praticabilidade real não chegará a poder ver realmente o que se procura via streetview, ou até ter o simples acesso às informações dos transportes públicos – os mapas do iOS6 permitem que essa informação seja adicionada via serviços de terceiros… mas por enquanto, poucos ou nenhuns existem.)

Embora estrategicamente seja fácil perceber os motivos que levaram a Apple e libertar-se da dependência do Google, admito que não me importava nada que este abandono do Google Maps se viesse a revelar uma autêntica “TSU” que daqui por uns dias obrigasse a Apple a admitir que fez mal e tivesse que regressar aos mapas do Google – mas… sendo a empresa que é, não contem com isso. 🙂

Há também que considerar que toda e qualquer tipo de “mudança” raramente é pacífica… e por isso, o melhor será esperar um pouco para que os ânimos acalmem, para depois se analisar friamente a validade da nova App de mapas da Apple face à do Google. Para quem não quiser abdicar do Google Maps no iOS6, a solução mais imediata é usar o Google Maps na sua versão web dentro do Safari (ou do Chrome). Mas… eu arriscaria a dizer que o Google não vai deixar os utilizadores pendurados por muito tempo – sob pena de eles se começarem a habituar bem demais aos mapas da concorrência! – e que uma app para iOS surgirá em breve.

A ver vamos…

0 comentários