Nova standard para USB-C vai proteger os dispositivos

A entrada USB-C ganhou mais notoriedade em Março de 2015, altura em que a Apple lançou o seu novo MacBook Retina de 12″. Este modelo caracteriza-se pela sua vertente minimalista no que diz respeito a entradas tendo apenas uma porta USB-C num lado e uma porta para headphones no outro.

No entanto, nem todos os cabos USB-C são produzidos da mesma maneira o que levou a que alguns dispositivos com estas entradas “fritassem”. Tal como o Mashable informa, esta situação levou a Amazon a proibir a venda de alguns cabos USB-C  que não estavam de acordo com as especificações da  USB Implementers Forum Inc.’s (USB-IF).

Agora esta entidade anunciou no Intel Developers Forum em Shenzhen uma nova “Autenticação USB tipo C”, que consiste numa especificação desenhada para ajudar a proteger dispositivos de cabos e carregador USB-X não autorizados.

Com esta nova especificação, os dispositivos equipados com entradas USB-C podem usar encriptação de 128-bits para verificar se o seu cabo USB-C foi certificado ou não. Caso não sejam certificados, o mesmo será assinalado e impedido de comunicar com o dispositivo quer seja para carregar ou transferir dados.

0 comentários