Nova política de privacidade do Instagram causa polémica

instagram privacidade

Quando foi adquirido pelo Facebook (pela quantia milionária de mil milhões de dólares, lembram-se?) era já certo e sabido que seria apenas uma questão de tempo até que o Instagram ficasse inevitavelmente e irremediavelmente ligado ao Facebook.

Algo que poderia ser visto com bons olhos pelos utilizadores do Facebook, mas também com suspeição pelos utilizadores a quem o serviço maioritariamente se destinava: de utilizadores do Twitter. É certo que desde esse início sim-biótico  onde Instagram e Twitter se davam bem, já muito se passou… e as relações azedaram, ao ponto do Twitter cortar o acesso a certas funcionalidades, e o Instagram responder também com a retirada da visualização das suas fotos directamente na stream do Twitter.

Mas se pensavam que as culpas se poderiam atribuir a um ou outro, dependendo das vossas preferências… o que me parece é que a culpa é de todos – menos dos utilizadores, que no meio de tudo isto são os que mais “sofrem”, e agora se preparam para sofrer ainda mais.

É que o Instagram alterou as suas políticas de utilização dos vossos dados, e para além de passar a partilhar todos os vossos dados com o Facebook (nada de mais para quem já for utilizador do Facebook, mas “chato” para quem não quer ter nada a ver com eles)… fica com o direito de poder vender as vossos fotos, imagem, nome e tudo o mais, para utilização em publicidade e sem vos dar qualquer compensação!

Sim, estão a ver bem… qualquer uma das fotos que enviarem para o Instagram, ou o vosso próprio avatar, poderá vir a aparecer numa qualquer publicidade, sabe-se lá onde, por quem, e com que objectivo. E não há nada a fazer quanto a isso – a não, obviamente, deixarem de usar o serviço.

Parece-me um gigantesco “tiro no pé”, ainda para mais considerando que o próprio Twitter tem agora filtros à Instagram – e não faltam dezenas (centenas?) de outras Apps que fazem coisas idênticas.

Mas, em breve veremos se a reacção pública é assim tão drástica… ou se até uma alteração desta magnitude passará “despercebida” ou ignorada pela maioria dos utilizadores.

Se forem utilizadores do Instagram, o que vão fazer a partir do próximo dia 16 de Janeiro, altura em que entram em vigor estas novas regras?

0 comentários