Nike abandona FuelBand e abre caminho para o iWatch

São muitas as empresas que se estão a aventurar no segmento dos wearable, ou seja, gadgets que podemos vestir.  Desde Jawbone, Fitbit, Sony, Samsung, Nike e por aí em diante. A Nike foi uma das que se iniciou no ramo em 2012 quando lançou a FuelBand e apesar de não ter sido um dos top-sellers da marca sempre teve algum sucesso pela sua facilidade de uso e por ter a chancela da Nike.

Segundo a imprensa, a empresa americana decidiu abandonar o desenvolvimento da FuelBand e demitiu quase toda a equipa cerca 55 de 70 pessoas.

Contudo, as vendas da pulseira não serão interrompidas e continuarão até que o stock acabe. O projeto de um novo modelo mais fino que estava planeado para o fim deste ano foi cancelado. A ideia dos executivos da empresa é focar a empresa no desenvolvimento de software e abrir as API’s para os aparelhos das restantes empresas. Além disto, a Apple abriu também um Fuel Lab que será como uma incubadora de empresas na área dos wearables, às quais a Nike prestará apoio.
Até aqui nada de extraordinário, só que até aos mais atentos pode escapar um detalhe. Tim Cook, CEO da Apple faz parte do conselho de administração da Nike. Foi até mesmo questionado a relação que a Nike iria agora ter com a Apple depois do lançamento do iWatch, na altura em que os primeiros rumores surgiram.

Tim Cook a usar a FuelBand

Analisando a situação a partir destes dados pode-se afirmar que a Nike está a abrir caminho para Apple lançar o suposto iWatch. O timing da Nike também foi perfeito e dá mesmo a noção que já estava tudo planeado, apenas algumas semanas antes da WWDC, evento no qual a Apple deverá apresentar o iOS 8 e quem sabe o iWatch.
Tudo indica que uma das novidades da nova versão do sistema operativo móvel da gigante de Cupertino seja o Healthbook, a aplicação da Apple focada em atividade física e em saúde.
Será que além do iOS 8 e do OS X 10.10 teremos também o lançamento do iWatch na WWDC que possivelmente teria sido desenvolvido em parceria com a Nike? A conferência anual para programadores da Apple é sem dúvida um bom palco uma vez que os programadores poderão assim começar a habituar-se com as novas API’s e métodos de programação.

0 comentários