Linux nos Automóveis

Com os automóveis a serem, cada vez mais, autênticos computadores sobre rodas, é apenas natural que a Linux Foundation esteja interessada em levar o Linux a este segmento, com a criação do Automotive Grade Linux Workgroup. Um grupo que conta desde já com a participação de marcas como a Nissan, Toyota, e empresas como a Intel, NEC, NVIDIA, Samsung, Texas Instruments, entre outras.

O objectivo será criar equipamentos e serviços standard que permitam criar uma plataforma informática transversal aos veículos dos seus membros, e potencialmente ajudar a evitar algumas das questões que actualmente atormentam muitos condutores: como por exemplo, a questão de ter um automóvel com o sistema actualizado (algo que, numa altura em que a cada ano que passa, existem grandes evoluções a nível de software/apps, se torna cada vez mais importante) e livre de vulnerabilidades.

Também seria agradável a perspectiva (e conforto) de saber que as Apps que se tenham comprado, pudessem ser transferidas de um automóvel para o outro. Embora me pareça uma utopia imaginar que algum dia todos os fabricantes cheguem a um consenso para uma plataforma verdadeiramente universal.

Já não seria mau se acordassem num sistema tipo AirPlay standard, que permitisse que qualquer smartphone, independentemente do seu sistema operativo, pudesse interligar-se com os sistemas do veículo, e assim usar apenas os ecrãs e os controlos existentes, mas resolvendo a questão dos updates e actualizações – assim como da “transferência” quando se mudasse para outro veículo. (Há também esforços nesse sentido… mas parece andar tudo a passo de caracol.)

Não se esqueçam é que… quanto mais electrónica se mete nos carros, mais gravosas se tornam os potenciais vulnerabilidades.

0 comentários