Apple desencriptou o kernel no novo iOS 10

Ficamos na dúvida se a desencriptação do kernel no iOS 10 é realmente propositada, ou se foi um erro que a Apple remediou alegando que foi intencional. Após o lançamento do iOS 10, os programadores começaram a descobrir as novidades. Entre elas estava aquilo que achava uma que os mesmos pensaram que era uma falha de segurança. O kernel do iOS 10 vem desencriptado de origem! Naturalmente que após muitas duvidas, reclamações e queixas a Apple pronunciou-se sobre o caso, alegando que isto é propositado!

Normalmente, a Apple protege os seus dispositivos mantendo o kernel encriptado para segurança dos utilizadores dos dispositivos iOS.

Mas falando em segurança, a Apple referiu-se a este caso como algo propositado por parte da mesma, tendo um porta voz referido ao site TechCrunch que:

“The kernel cache doesn’t contain any user info, and by unencrypting it we’re able to optimize the operating system’s performance without compromising security”

Segundo a empresa, esta situação que os programadores acusam como uma falha de segurança, é propositada para que o sistema operativo (iOS 10) seja optimizado. E que não existe, nem deve existir qualquer tipo de preocupação com a segurança.

A Apple diz que o kernel não possui dados pessoais nem confidenciais que possam ser vulneráveis a terceiros. Mas será que esta é uma situação pontual, que será resolvida ou optimizada nas próximas actualizações betas do iOS 10?

Como sabem, a segurança tem sido um problema muito em voga pela Apple nos últimos meses, se tem estado a par das últimas noticias sabem que a Apple tem tido umas renhidas batalhas judiciais, sobre a encriptação dos seus aparelhos.

Forças de segurança querem a tudo o custo entrar nos sistemas operativos desenvolvidos pela empresa de Cupertino, mas a Apple fecha-lhes as portas. Diz-lhes que não, não concordam com a ideia de fornecer gratuitamente e sem qualquer motivo que se justifique os dados dos clientes.

Tim Cook já se pronunciou sobre a segurança dos seus sistemas operativos, dizendo que a Apple é a organização mais segura do mundo.

Mesmo depois de FBI apresentar um ultimato à empresa para que esta cede-se o conteúdo do iPhone de Farook a empresa disse que não, negou o pedido publicamente. E isso fez com que os utilizadores tivessem mais confiança na empresa.

0 comentários