Jordyn Castor: a engenheira invisual da Apple

Como em tudo na vida só conseguimos ter uma perspectiva da realidade das situações quando passamos por elas, e a Apple orgulha-se de ter a engenheira Jordyn Castor na sua equipa, para optimizar os seus produtos.

Jordyn ingressou na equipa da Apple em 2015, altura em que se tornou estagiária naquela que é uma das empresas tecnológicas mais conceituadas do mundo. Durante uma feira de emprego em Minneapolis, ela candidatou-se a uma vaga, e como podemos ver nunca se deve tirar credibilidade nenhuma a ninguém.

A sua condição não foi impedimento para se tornar efectiva após ter demonstrado um óptimo desempenho nas suas funções. Como é de conhecimento geral, a Apple é muito selectiva nas contratações e só lá estão os melhores dos melhores.

Jordyn pode ser invisual, mas isso não a impede de trabalhar na parte de desenvolvimento dos programas de acessibilidade da empresa. Aliás, a escolha não poderia ter sido melhor, quem melhor do que uma pessoa invisual para nos dizer como tem de funcionar as coisas, em termos de acessibilidade?

A experiência é a melhor arma e a equipa de Tim Cook apostou nesta engenheira, que é invisual desde nascença. Jordyn Castor foi alvo de um parto prematuro acabando por sobreviver, e os seus familiares desafiaram-na a envolver-se no mundo da informática. Algo um pouco utópico para uma pessoa invisual, mas as suas capacidades revelaram conhecimentos fantásticos fora do comum o que a ajudaram bastante a ser uma lutadora.

Jordan sempre esteve no anonimato dentro da gigante tecnológica, mas uma recente entrevista dada ao site Mashable, trouxe-a às luzes da ribalta assim como à empresa que a contratou.

Ficamos a saber que em 2015 começou a trabalhar juntamente com a equipa do VoiceOver, e mais recentemente foi promovida como engenheira de qualidade nos projectos de acessibilidade da Apple. Pessoalmente, o que me fascina nesta historia é que toda a sua programação é feita em braille, e sabemos que a programação é algo muito visual. Todas as suas opiniões e ideias tem ajudado a melhorar os produtos e o software da Apple para os invisuais.

Futuramente as suas funções de optimização de software para invisuais irá passar pelo Apple Watch que deverá informar as horas pela vibração do dispositivo.

Jordyn Castor deixa ainda uma mensagem para todos os que são portadores de deficiência visual:

A cegueira não nos define. Ela é apenas uma parte de quem tu és como pessoa, mas não te define ou o que tu podes fazer na vida

0 comentários