iPhone 5 e o 4G em Portugal

Há uma “pequena” grande questão que tem causado alguma confusão quanto ao novo iPhone 5 da Apple e se funcionará ou não em 4G no nosso país. E para começar a coisa é simples: bastará dar um salto ao site da Apple, onde estão identificados todos os operadores LTE/4G reconhecidos oficialmente pela Apple, para verificar que nenhum dos nossos operadores em Portugal lá surge.

Portanto, resposta curta e simples: não, o iPhone 5 não vai funcionar em modo 4G em Portugal.

Isto porque os nossos operadores optaram pela solução mais económica e eficiente de implementação da nossa rede 4G, usando a frequência dos 800Mhz, que infelizmente não é suportada pelo novo iPhone (se fosse nos 850Mhz… já estaria o assunto resolvido!).

Mas… a coisa não se fica por aqui. Os nossos operadores (pelo menos a Vodafone) têm também acesso à frequência dos 1800Mhz (LTE Band 3) que já é suportada pelo iPhone 5, e que faz com que eventualmente venha a ser possível usar o iPhone 5 em 4G em Portugal. Afinal, se um operador se deu ao trabalho de comprar as milionárias licenças de uso dessas frequências, é porque certamente as prentende utilizar, certo?

A grande questão é saber em que modos, e principalmente quando e onde, é que isso será feito. Porque, como se pode imaginar, esse é o tipo de expansão de infraestrutura que acarreta avultados investimentos por parte dos operadores; e – aqui estou eu simplesmente a teorizar – fico com a impressão que estas frequências mais elevadas são mais apropriadas para serem usadas em células mais pequenas, como as que encontramos no interior das cidades densamente povoadas, do que para as zonas mais amplas.

Portanto, tal como a cobertura 4G continua a ser algo que fica centrado nos principais centros urbanos, seria igualmente de prever que a ser expandida para estas novas frequências, isso seria algo que ficaria disponível de forma ainda mais restrita e limitada.

Vamos aguardar por comunicados oficiais dos operadores, para saber se algum deles se compromete com dados concretos sobre as suas intenções; mas até lá, e pelo menos para estes meses que se seguem, o melhor é não estarem com muitas esperanças em dar uso às velocidades 4G no nosso país usando um iPhone 5.

0 comentários