Imagination Technologies poderá ser a próxima aquisição da Apple?

Um relatório recente que foi tornado público nas páginas do site Ars Technica revelou alguns pormenores interessantes sobre uma possível aquisição da Apple.

A mais recente revelação sobre possíveis aquisições da empresa mais famosa de Cupertino fala-nos da Imagination Technologies. Esta é uma empresa sediada no Reino Unido e fundada em 1985 que tem como principal objecto de negócio soluções gráficas, mais concretamente o desenvolvimento de micro processadores com silício na sua composição. A título de curiosidade o silício (Si na tabela de compostos químicos), é um composto químico que perfaz 25% do peso do nosso planeta portanto existe em quantidades inimagináveis. A Imagination Technologies explorou a abundância desse composto químico criando uma empresa especializada e bem cotada no mercado.

Talvez por esses factores a Apple tenha demonstrado o seu interesse numa possível aquisição da Imagination. A expectativa é muita, e as possibilidades de implementação deste tipo de composto nos seus produtos dá uma possibilidade enorme em termos de desenvolvimento e optimização de novos produtos.

Saliento que referi ponderou adquirir, pois a própria Imagination emitiu um comunicado a informar todos os curiosos e interessados sobre as reuniões que a empresa teve com a Apple de que esta última não quer, de momento, avançar nenhum valor para a compra da empresa.

From time to time, Apple talks with companies about potential acquisitions. We had some discussions with Imagination, but we do not plan to make an offer for the company at this time.

Este excerto é bem explicito sobre as intenções da Apple para com a Imagination. Eventualmente poderá existir uma possível aquisição pela empresa chefiada por Tim Cook, mas não será para já. Após o lançamento deste comunicado, o valor das acções da empresa especializada em soluções gráficas disparou, tendo atingido um aumento de quase 20%.

Como referi no inicio do artigo, este possível negócio por parte da Apple foi tornado público, algo que é quase impossível de saber normalmente, pois as potenciais aquisições da Apple são efectuadas no máximo de secretismo. Mas neste caso a própria Imagination teve de efectuar o comunicado desta informação, pois é uma empresa com capital e interesse público. De lei no Reino Unido, quando existe intenção de uma empresa privada adquirir uma empresa com capital público, essa informação tem de ser reportada publicamente.

0 comments