Fabricante falido ameaça revelar segredos da Apple

Os acordos entre Apple e fabricantes deixaram de ser completamente secretos, cortesia da GT Advanced Technologies, que apresentou falência na semana passada, conta o Financial Times (FT). Há informações que nem os fabricantes estão autorizados a conhecer, mas o véu começa a ser levantado pela empresa do Arizona que faliu através de documentos judiciais. Umas das cláusulas dos tais acordos prevê uma multa de 50 milhões de dólares (39,6 milhões de euros) para o fabricante caso não resista a fugas de informação.

Os advogados da GT Advanced Technologies já prometeram que serão publicadas mais informações sobre a ligação da empresa com a Apple, alegando que é do interesse dos credores e acionistas. Mais: a empresa do Arizona diz que os acordos são “opressivos” e “pesados”. Curioso volte-face, diz o FT, que lembra que há um ano a GT regozijava-se perante o acordo com a empresa de produtos tecnológicos. O artigo revela ainda que os outros fabricantes, maioritariamente sediados na Ásia, estão atentos ao desenrolar do processo.

A GT Advanced Technologies, que fabricava as telas de safira do relógio e iPhones, avançou com um pedido de insolvência a 6 de outubro, contou o Globo. De acordo com o diário brasileiro, a empresa do Arizona procurava evitar os credores enquanto arrumava a casa. A Apple havia decidido em setembro que os écrans safira, resistente a riscos, deixariam de entrar na equação para os novos iPhones, o que terá levado a GT à desgraça — mantiveram-se, ainda assim, para os écrans dos Apple Watch. O mesmo material é ainda utilizado para cobrir a câmara e para o sensor de impressões digitais dos iPhones.

[tw-button size=”medium” background=”” color=”” target=”_self” link=”http://observador.pt/2014/10/13/fabricante-falido-ameaca-revelar-segredos-da-apple/”]Ver o artigo completo no Observador[/tw-button]

0 comments