Diversidade dentro da Apple não melhorou muito o ano passado

Os dados foram revelados pela própria Apple no seu relatório anual e mostram que a Apple ainda tem bastante que melhorar para garantir uma maior diversidade da sua força laboral.

Quando se compara os dados deste ano com o anterior rapidamente se percebe que as diferenças são quase insignificantes. A percentagem de mulheres subiu 1% para os 30% enquanto que a quantidade de pessoas de raça negra apenas 0.6% para os 8.6%. Se estes valor parecem mínimos a verdade é que a alteração na percentagem de latinos ainda foi inferior: apenas 0.2% passando dos 11.5% em 2014 para os 11.7% em 2015.

Apesar de 30% dos empregados serem mulheres a verdade é que a percentagem passa quase para metade quando se fala de posições mais elevadas como executivos, oficiais seniores e gestores. 83 das pessoas nestas posições são homens e 83.5% são de raça branca deixando também as minorias… em minoria. Outra curiosidade é que, num único ano, a Apple aumentou a sua equipa em mais de 12 mil pessoas passando agora a contar 72494 empregados para estas estatísticas.

Os valores não são famosos mas a verdade é que estão dentro do padrão existente também nas restantes empresas do género.

0 comentários