Dillan é autista e referência nos novos videos da Apple

A mais recente publicidade da Apple dá-nos a conhecer Dillian, um jovem autista que com a ajuda de um iPad ultrapassou as barreiras que o impediam de contactar com a sua família e amigos.

Dillian, nasceu em 1999, e para a sua mãe tinha sido um orgulho indescritível e um desejo tornado realidade, mas aos dois anos de idade alguma coisa não estava correcta com o comportamento de “Dillan”.

Tami Barmache, a mãe, não entendia o porque da frustração, do choro e dos gritos constantes do seu filho no seu segundo aniversário, a consciencialização da situação que acompanhava o seu filho veio seis meses depois. Aos dois anos e meio Tami entendeu o que estava a acontecer, Dilliam era portador de um distúrbio neurológico, portanto para tentar minimizar problemas futuros optou por ajudar Dilliam com Deborah Spengler, uma terapeuta da fala, visto que entre a criança é a mãe não existia qualquer tipo de comunicação perceptível.

A ausência ou extrema dificuldade de comunicação é um dos sintomas, se assim se pode chamar, de um portador de autismo, segundo a terapeuta de Dilliam este era um caso bastante acentuado de autismo que foi solucionado com a ajuda de um dos produtos mais banais do mercado tecnológico, um tablet da Apple.

Uma das maiores frustrações familiares era pela impossibilidade de comunicação de “Dillan” com os restantes membros da família. E Tami tinha esse desejo de por entender o seu filho, de o poder ver a comunicar. Uma das frases que podemos ouvir a mãe a dizer é: “O facto de não poder falar, não significa que não tenha nada para dizer“. O que mais tarde com a ajuda de um iPad acabou por se tornar uma realidade, afinal Dilliam tinha muito para dizer, algo que até ao momento em que lhe apresentaram a ajuda de um iPad era impossível.

Neste momento tudo é possível para Dilliam, a mais difícil barreira foi ultrapassada. Barreira da comunicação, que até então era feita apenas entre “Dillan” e os seus animais de plástico, pois apenas eles o entendiam.

A simplicidade de uma aplicação e a simplicidade do User Interface tornaram o iPad num amigo imprescindível deste jovem autista e de um acessório sem o qual ele já não sabe viver.

Os vídeos acima mostram-nos um pouco do percurso de Dillan na sua vida pessoal como no seu percurso educacional, e é completamente impossível ficar indiferente a este retrato feito pela Apple.

0 comments