Dê nova vida a um velho Mac, usando-o como um segundo monitor

É com relativa frequência que ouvimos histórias de Macs antigos que, apesar de ainda estarem a funcionar perfeitamente, deixam de ser usados aquando da compra de um novo Mac. Seja porque o novo software já não corre no equipamento mais antigo, seja porque o utilizador não precisa de dois computadores para a mesma tarefa. Mas existem algumas tarefas úteis que podem ser facilmente desempenhadas por muitos desses computadores. Por exemplo, servir como monitor auxiliar, ao lado do novo Mac.

Esse é precisamente o objetivo da aplicação ScreenRecycler (é comercial, mas custa menos de 25 euros e pode ser testada antes de comprar): estender o espaço da área de trabalho de um Mac para o ecrã de outro computador, usando este último como se fosse um segundo monitor. A ligação é feita através da rede, sem necessidade de instalar uma nova placa gráfica. Claro que este segundo monitor não vai ter um desempenho de topo (o qual dependerá sempre das características da máquina e da velocidade da rede), mas será certamente útil para alojar as barras de ferramentas de uma aplicação, a janela do Twitter ou o chat do Facebook, ou outras aplicações que não tenham necessidade de apresentar no ecrã movimentos muito rápidos.

A configuração é bastante simples. No Mac principal, onde iremos efetivamente trabalhar, instalamos a aplicação ScreenRecycler e instalamos o driver da aplicação. Depois, no computador que iremos usar como monitor instalamos e executamos a aplicação JollysFastVNC (download grátis para utilização com o ScreenRecycler). Como ambas as aplicações suportam o Bonjour, o resto do processo deverá ser bastante simples, e as aplicações deverão permitir detetar-se entre si.

A partir daí, muito provavelmente, o seu velho Mac deixará de estar arrumado a um canto…

Para quem gosta de experimentar e afinar configurações, é possível ir um pouco mais além.

Com a aplicação Teleport (download grátis), podemos usar o teclado e o rato do computador que está a funcionar como monitor externo. Isso torna-se particularmente útil no caso de estarmos a usar um ou dois portáteis sem teclado e rato externos, favorecendo uma melhor posição de trabalho.

Finalmente, para quem tem um iPad (ou qualquer outro dispositivo com iOS), basta instalar e executar um cliente de VNC (como o Mocha VNC Lite), para o utilizar como um monitor externo, ligado ao Mac onde instalamos o ScreenRecycler. Esta é muito provavelmente uma das principais razões que fazem dos variados suportes para iPad acessórios tão populares.

0 comentários