Como vai ser 2013? segundo a The Economist

Não tenho lembrança de um ano que comportasse tanto “poder mediático” intrínseco como este 2013.

Para além das superstições que o número 13 pode suscitar, muitos invocam sistematicamente este novo ano devido à(s) crise(s) vaticinadas, enquanto outros o olham como início de um novo ciclo ou como um prenúncio de sucesso e de oportunidades por explorar.

Talvez por algumas ou mesmo todas estas razões a revista The Economist resolveu transformar a edição impressa da sua publicação “The World in 2013” numa aplicação para iPhone e iPad.

Nesta app encontraremos uma seleção de questões, assuntos e acontecimentos que certamente irão moldar o ano que agora se inicia. Um conjunto de personalidades, como por exemplo Michael Porter ou Melinda Gates, ligadas ao universo da política, da tecnologia, da ciência, dos negócios, entre outras áreas; apresentam as suas previsões para os próximos 12 meses, de uma forma que a edição em papel não suportaria, ou seja através de entrevistas em vídeo.

Para além das interessantes entrevistas podemos ainda contar com uma seleção de figuras e personalidades que poderão marcar este novo ano; com um barómetro económico para 2013 e ainda com uma agenda de importantes acontecimentos internacionais a ter lugar ao longo destes 12 meses.

É por intermédio de excelentes artigos, entrevistas em vídeo e alguma infografia que a The Economist tenta desvendar o que 2013 nos reserva. Contudo em toda a aplicação o inglês é a língua utilizada, mas não é nada que seja estranho aos leitores assíduos da publicação.

the world in 2013 the economist iphone app screens

Download: iTunes Store
Preço: Gratuito

Categoria: Notícias
Lançamento: 05/12/2012
Versão: 1.0
Tamanho: 5.3 MB
Idioma: Inglês
Programador: The Economist Newspaper Group Inc. © The Economist Newspaper Limited
Classificação de 4+

Requisitos: Compatível com iPhone 3GS, iPhone 4, iPhone 4S, iPhone 5, iPod touch (3ª geração), iPod touch (4ª geração), iPod touch (5ª geração) e iPad. Requer o iOS 4.0 ou posterior.

0 comentários