Acessórios

Uma das vantagens de adquirir produtos pelas operadoras são os descontos feitos em compras com pontos. Nos últimos tempos tanto a Vodafone como a Meo começaram a comercialização dos acessórios feitos pela Apple com este método. O que vos venho reportar é o desconto de 23€ (13%) que a Vodafone está a disponibilizar caso o cliente possua 95 pontos na sua conta e os adquira pela sua loja online. Os AirPods ficam assim por 156,90€ + 95 pontos.

Para quem está a pensar adquirir uns,  aqui fica a dica, poupa uns bons tostões para gastar no próximo iPhone. 😊

Não gostou que os AirPods tivessem sido apenas disponibilizados em branco? Queria uma versão em preto? O designer Martin Hajek aproveitou esta altura em que tanto se fala deste novo gadget da Apple e divulgou um conceito dos novos auriculares sem fio da empresa nessa cor. Desde (claro!) os ditos cujos, à sua caixa, nada foi deixado ao acaso, e digo-vos já , se a Apple tivesse lançado uns tal e qual, já os tinha encomendado. Pode ser que no futuro eles nos brindem com algo parecido, mas para já, fica a ideia.

Depois de terem surgido estas imagens apareceu uma loja online apelidada BlackPods que vende os AirPods em preto. A transformação é feita por eles. As imagens disponibilizadas pela loja no seu site fazem parecer que o resultado final é realmente muito bom, mas são apenas renders e não fotos do produto final. Nesta loja comprar um par novo custa 249$ e transformar um par custa 99$. A SlickWraps, outra loja está também a vender skins para cada um aplicar nos seus AirPods e custam 14.95$. Resta-nos esperar que a gigante de Cupertino pense sobre este assunto, e confesso que apesar de ter adquirido uns se tivesse a opção preto disponível não teria pensado duas vezes!

 

Depois do nosso unboxing e da nossa review aos novos Apple AirPods chegou a vez das dicas. A Apple libertou esta semana aquela que é a primeira atualização ao firmware dos seus auscultadores sem fio mas como sabemos em que versão estes se encontram ou até mesmo se estão atualizados? É o que damos a conhecer neste vídeo.

AirPods

A corajosa retirada da entrada para os auscultadores dos novos iPhone fez com que a gigante tecnológica californiana Apple tivesse de apresentar obrigatoriamente alternativas: Alternativas com e sem fio. Com fio, tornaram padrão o Lightning, incluíram na caixa do novo iPhone um adaptador compatível com essa ligação e com uma saída Jack, e ainda lançaram os seus EarPods adaptados ao Lightning. Sem fio, introduziram uma novidade na linha de acessórios: Os famosos Apple AirPods.
Dizem eles que os AirPods se ligam de forma rápida aos dispositivos, são muito confortáveis de usar, têm boa autonomia, e acima de tudo têm um bom som.
Depois de meses em que a espera para poder tê-los na minha mão foi o prato do dia, como poderão verificar no último vídeo publicado, eles já cá estão! Após alguns dias a usá-los, eis a minha opinião.

Som


Começamos exatamente pelo ponto mais importante na hora de comprar ou avaliar uns fones; O som. O som dos AirPods é bom? Comparando com os EarPods, seus irmãos, estes AirPods não diferem muito, têm apenas um som ligeiramente mais alto e com uma pequena melhoria nos graves. Nada por aí alem. Quanto aos microfones que têm incorporados, servem perfeitamente para a realização de chamadas.

Design

Tanto deu que falar o design destes Airpods. Apesar de ser algo estranho e no mínimo parecer ser o resultado de um ato de preguiça da parte deles, convenhamos até que nem pensaram mal… Porque não pegar num design que já resulta? Reparem, os EarPods eram dos fones que melhor encaixavam nas orelhas da maior parte dos usuários, para quê estar a partir do zero, quando se tem já algo de muito bom?
É claro que não vos vou dizer se encaixam bem ou mal nos meus ouvidos, porque isso varia de pessoa para pessoa. Pode encaixar bem nos meus, mas nos teus já não, pode variar, como disse. Se os Earpods encaixavam bem estes certamente também. No meu caso, não encaixam lá muito bem, mas também não me saltam fora a toda a hora.
Ao contrário do que acontece com o iPhone, ou com o Apple Watch series 2, os Airpods não têm certificação IP67, ou seja não são (oficialmente) resistentes à água. Apesar de não ter experimentado se resistiam a vários minutos imergidos em água, houve quem o fizesse, e os resultados surpreendem. É claro que mesmo assim, não aconselho a que o façam.


Tenho ainda de vos falar da caixa de carregamento, fiquei surpreendido por ser tão compacta, (e como referi no vídeo anterior , isso pode ser bom e mau em simultâneo. Bom porque é extremamente portátil, encaixa no bolso mais pequenino das tuas jeans, mau, porque pode perder-se facilmente. Aliás tanto a caixa como os AirPods são fáceis de se perder, mas parece que a Apple ja arranjou uma solução que estará em breve disponível – o Find my Airpods – no vindouro iOS 10.3. Confesso que para mim eles lançarem esta funcionalidade é ouro sobre azul, será muito útil, isto porque já dei por mim várias vezes à sua procura.

Recapitulando, a caixa é compacta, e acrescento, resistente, aliás muito resistente, apesar de ser do material de que é feito: plástico.

A tampa da caixa é magnética o que é um ponto a favor, não se abre sozinha, e o fundo do suporte dos AirPods, onde eles carregam, é tambemr ele magnético . A caixa abrir-se por qualquer razão e os Airpods saírem fora não vai acontecer, não tens de te preocupar com isso.

A tecnologia dentro

Os Airpods não devem ser só avaliados pelo som, ou pelo design, tambem pelo desempenho dos sensores, e do processador (sim, processador). Estes Airpods são ricos em tecnologia de ponta, a Apple não brinca em serviço, o processador é o responsável pelo fantástico emparelhamento. Como alguns de vos devem saber neste momento possuo um surface, e recentemente acrescentei ao meu setup um MiPad2 c/ Windows 10, testei o emparelhamento com estes dispositivos e apesar de não terem funcionado mal, sente-se que não é a mesma coisa… É mais complicado ligar os Airpods ao PC. Testei também num bichinho verde que dizem chamar-se Android e foi a mesma coisa. Resumindo, os Airpods funcionam em qualquer sistema operativo, mas só nos da própria Apple é que se sente a magia.

Quanto aos sensores, também funcionam lindamente, tiram-se e põe-se os Airpods dos ouvidos e tudo funciona corretamente, a música pausa quando os tiramos, volta a iniciar quando voltamos a colocar, o sensor de toque também funciona lindamente ativa-se a Siri com dois toques (ou pode definir-se o play and pause, na vez da assistente). Aqui tenho só de acrescentar que não me agrada nada ter que pedir à assistente virtual para aumentar o volume ou passar à próxima música da playlist… Considero que aqui está uma falha, e deveriam estar suportados gestos para tal. Mas pode ser que ou numa atualização de software ou numa futura atualização dos Airpods isso possa estar disponível.

Bateria

Continuando no interior dos Airpods, segundo a Apple, cada Airpod tem uma autonomia de cerca de 5h, e a caixa, 24h. Não tem a funcionalidade carregamento rápido, mas a Apple, tal como em outros dos seus acessórios, fez com que 15m de carga desse 3 horas de autonomia.

Veredito final

Que a Apple é exímia na arte de desenvolver bem um produto é já do conhecimento geral. Os AirPods não fugiram à regra, apesar da controvérsia, isto muito por causa do design, eles são um bom produto, é verdade, o preço pode ser um entrave, mas também reparem que eles estão consideravelmente mais baratos que alguns dos seus principais concorrentes, como por exemplo os Gear Icon X. Este é um bom produto, faltam-lhe uma maior diversidade de gestos como já disse para por exemplo poder executar comandos para poder passar à próxima música da playlist, e aumentar o volume, de resto são muito confortáveis, super portáteis, têm um som bastante satisfatório, e a conexão a um Apple device é fantástica, repito fantástica!

Tenho só de fazer um último apontamento; Longa vida aos Airpods, finalmente vou poder ouvir música enquanto tenho o iPhone 7 a carregar!

Algumas das maiores reclamações que tem surgido com os AirPods tem a ver com a sua conectividade, pois aparentemente está a criar situações embaraçosas  a diversos utilizadores. Em alguns fóruns e até na própria página da Apple, encontram-se algumas reclamações de diversos utilizadores dos novos AirPods.

Essas reclamações tem como base a fraca conectividade dos auscultadores com o iPhone. Aparentemente muitos utilizadores são alvo de um bug, se assim se pode considerar, o qual desliga as chamadas em processamento enquanto se utiliza os AirPods.

Poderá este bug ser originado pelo sistema operativo iOS?… É pouco provável, se fosse esse o caso iria afectar todos os utilizadores dos AirPods e não apenas alguns e aleatoriamente. Isto é uma situação pontual que afecta proprietários dos novos auscultadores da marca de uma forma aleatória, até ao momento não é possível encontrar aqui algum padrão que justifique o motivo das chamadas efectuadas com os AirPods serem interrompidas.

Aliás, existe um padrão sim, mas nada de significativo e que forneça grandes detalhes sobre esta situação constrangedora. Os utilizadores afectados são proprietários dos seguintes modelos: iPhone 6S, iPhone 6S Plus e iPhone 7.

Ou seja, todos os modelos mais recentes da marca são afectados por este imprevisível bug que se vem juntar a outros anteriormente reportados tais como o “erro 56” e o “erro 53“. Da mesma forma que a Apple reconheceu estes dois que acabei de referir, o site MacRumors acaba de informar que a empresa mais uma vez já reconheceu o bug e que está à procura de uma solução para este problema.

É de salientar que este bug apenas afecta os utilizadores durante as chamadas, e até ao momento não se verificou nenhuma anomalia durante a reprodução de música.

Os Apple AirPods foram postos à venda depois de algumas complicações e atrasos. E como já vem sendo hábito, assim que possível, a equipa do iClub realizou o seu unboxing. Deixo-vos a dica para que continuem ligados ao nosso site, e à sua página no Facebook, porque vão existir mais novidades nos próximos dias!

Esta era a pergunta dos últimos meses: Mas afinal quando são disponibilizados para venda os famosos AirPods, os novos headphones sem fios da Apple? Inicialmente como sabem estavam previstos serem lançados para o mercado no final de outubro, mas algo que não foi esclarecido fez com que o processo de venda se atrasasse. Nas últimas semanas rios de tinta correram e muito se especulou: Virão só em 2017, ou ainda antes do natal? Qual foi a causa para este atraso?
A espera, e a especulação chegaram hoje ao fim. De surpresa,  a Apple colocou na sua loja online o produto disponível para encomenda. Inicialmente esteve com entregas previstas para antes do Natal (21 de dezembro), mas agora encontra-se com uma espera de até 4 semanas.

Vocês acabaram de comprar o iPhone 7, mas apesar de toda a sua resistência ele precisa de uma capa de protecção para nos sentirmos mais seguros. O que não falta para aí são produtos desenvolvidos especialmente para o efeito, mas a oferta é muita e a dificuldade de escolha é elevada.

Se formos daqueles que apenas queremos uma capa para dar uma “corzinha” à traseira do produto, qualquer uma serve e facilmente se adquire em qualquer loja.

Mas se somos daqueles que queremos qualidade e não nos importamos de pagar por ela para ter o nosso iPhone 7 protegido, então aqui fica uma selecção das melhores capas de protecção para o mais recente membro da família da Apple.

Como já devem ter visto o iPhone 7 é resistente à água, mas não à prova de água. Mas e as quedas? Como sabem, por mais resistente que o dispositivo seja a “queda certa” pode danificar o ecrã ou até inutilizar o dispositivo permanentemente. Portanto para minimizar os riscos não custa nada optarem na hora da compra escolherem uma boa capa de protecção.

Capa em pele da Apple

capa-de-pele-oficial-apple-iphone-7-plus-pedro-topete

A empresa chefiada por Tim Cook desde alguns anos para cá que produz as suas próprias capas de protecção para os seus próprios dispositivos.

Nada melhor que os produtos oficiais da marca, pois são precisos ao milímetro. Nada falha nos encaixes, é um ajuste completamente confortável ao produto.

Como são feitas de couro verdadeiro, todas elas possuem um “padrão” diferente, não há uma igual à outra. Apesar de as suas pequenas fissuras serem quase imperceptíveis a olho nu.

A Apple fornece uma grande variedade de cores, o azul marinho, bronze, preto incluindo até o (PRODUCT)RED.

MoKo Clear TPU

moko-clear-tpu-capa-protecao-apple-iphone-7-pedro-topeteQuando escolhemos uma cor é porque gostamos dela, certo? Então porque é que a escondemos com uma capa que não deixa ver o que está por dentro?

A MoKo Clear TPU é completamente transparente, o que permite ver o que está por dentro. Vamos imaginar que até escolheram a cor Jet Black, não a vão querer esconder pois não? Apesar de ser uma “óptima” cor para o iPhone 7, o Jet Black fica com marcas.

Todas as nossas impressões digitais são visíveis a olho nu na traseira do dispositivo. Esta capa possui acabamentos precisos para que todas as ranhuras fiquem perfeitamente alinhadas

Esta capa de protecção é uma boa escolha para quando queremos mostrar aquilo que temos, e no caso do Jet Black uma boa protecção contra as “dedadas”.

Spigen Thin Fit

capa-de-protecao-spigen-thin-fit-apple-iphone-7-plus-pedro-topetePor norma duvidamos da capacidade de resistência de um produto quando a sua aparência nos parece frágil. E é o que acontece ao Spigen Thin Fit. Como é que uma capa de protecção pode ser tão fina e resistente?

Apesar do seu frágil aspecto, esta capa de protecção vai proteger o nosso iPhone 7 contra arranhadelas na traseira, e contra as laterais contra quedas.

Como no modelo anteriormente referido, os recortes da capa são feitos ao milímetro para que tudo encaixe no sitio de forma perfeita. Esta capa não protege os botões laterais com uma pelicula, as ranhuras dão-nos acesso aos mesmos para poder controlar o dispositivo.

É uma daquelas capas em que vale a pena investir, por cerca de 10 dólares conseguem comprar a mesma facilmente na Amazon.

i-Blason Transformer

capa-de-protecao-iblason-transformer-iphone-7-plus-pedro-topetePara mim seria esta! Não pelo aspecto de “guerra” que possui mas pelo seu nome, que na minha opinião que transparece resistência e  pelas suas características únicas.

Esta capa é composta por duas camadas, a primeira ou seja a exterior, está preparada para receber os impactos mais violentos.

A segunda camada, a interior, absorve o choque impedindo que o iPhone “sinta” a queda.

Na traseira da capa de protecção temos um pequeno suporte que se esconde ligeiramente no corpo da estrutura. Podemos ter o iPhone apoiado na horizontal sem grande esforço.

Um pormenor interessante é que se reparem todos os cantos são ligeiramente mais salientes e arredondados. Porque este desing?

Foi desenvolvido desta forma para ajudar o utilizador a colocar o iPhone no bolso sem grande esforço. As laterais arredondadas, ajudam a que o dispositivo deslize facilmente quando é para introduzir e retirar do bolso.

Mais uma vez a um preço acessível, por cerca de 15 dólares conseguimos comprar esta capa na Amazon.

Otterbox Symmetry Series

capa-protecao-otterbox-symmetry-apple-iphone-7-plus-pedro-topeteEsta é ligeiramente diferente de todas as que referi, mas continua a ser uma boa capa de protecção. Nem todos gostam de capas mais robustas, por vezes queremos algo mais minimalista.

Algo ao estilo da Apple, simples mas perfeito. A Otterbox Symmetry Series é uma capa completamente transparente, mas que pode ser escolhida em diversas cores.

Da mesma forma que a MoKo Clear TPU esta capa vai dar uma visão clara sobre o produto, e apesar de ser muito simples esta capa promete uma protecção resistente contra quedas. Basicamente, cumpre a sua função mesmo sem grande aspecto festivo.

Esta é uma pequena selecção das melhores capas de protecção para o mais recente membro da família Apple. Poderá encontrar outras na Virgu iStuff.

Em junho passado, o iClub publicou uma noticia sobre a revelação das capas que a Sunnyc tinha disponível para venda para o novo iPhone. Daqui a pouquíssimos dias, provavelmente a Apple vai apresentar ao mercado os seus novos flagships. Para além da sunnyc, várias marcas se tem juntado e apresentado novos acessórios para estes smartphones. A marca francesa Noreve, uma empresa também dedicada à venda de acessórios para smartphones, tablets, e computadores, juntou-se recentemente a estas.

 

Nas imagens acima colocadas é possível verificar, e de certa forma confirmar o que já vinha a ser avançado pelos rumores até aqui: que no modelo plus e no de 4,7″ iriam existir novidades nas câmaras e que o design seria praticamente o mesmo dos atuais.

Quanto à duvida do smart connector fazer parte ou não do terminal “maior”, não existe qualquer evidência na capas da Noreve, mas de outras empresas é possível verificar que o orifício para este está presente.

Se são compradores de um dos modelos, e com tanta ( e não é exagero) oferta disponível neste momento, talvez não seja má ideia começarem a pensar comprar uma capa para o vosso novo iPhone… Aconselho-vos é que deixam vir o evento para se confirmar o que se sabe.

O iPhone 7, e 7 Plus deverá ser apresentado no próximo dia 7 de setembro, e deverá iniciar as suas pré-vendas no dia 9 (nos EUA).

Até ao momento da edição deste artigo, Portugal ainda possui alguns representantes activos em algumas modalidades nos Jogos Olímpicos. E como os jogos ainda se encontram a decorrer, a Apple quer ajudar todos os representantes a demonstrarem o patriotismo pelos seus países com umas novas braceletes para o Apple Watch.

Apesar de a empresa de Tim Cook não ser um representante oficial dos Jogos Olímpicos, a empresa demonstra da forma que consegue o seu apoio aos atletas e aos apoiantes. Para celebrar estas olimpíadas a Apple está a oferecer aos atletas braceletes para os seus Apple Watch, alusivas à bandeira do seu país.

Actualmente a empresa possui 14 bandeiras distintas nas suas braceletes, as mesmas também podem ser encontradas na Apple VillageMall no próprio Rio.

O site alemão “iphone-ticker” avançou algumas informações adicionais, sobre como os atletas podem adquirir as braceletes para o Apple Watch. Para obterem as mesmas gratuitamente, vão ter de se deslocar à loja da Apple na Barra da Tijuca no Rio e comprovar que são atletas e que fazem parte do Comité Olímpico.

Depois da identidade comprovada pela loja da Apple, os mesmos vão ter direito a receberem gratuitamente 2 braceletes com bandeiras alusivas ao país que representam. Se for um comprador comum, pode adquirir as mesmas braceletes por 49 dólares.

Mas a Apple possui um rival na promoção dos Jogos Olímpicos, a eterna rival Coreana, a Samsung também possui as suas edições alusivas aos jogos. Oh-Hyun Kwon, o CEO da marca também quis marcar a presença da marca nos Jogos Olímpicos, para além de patrocinador oficial, lançou o novo Samsung Galaxy S7 edição dos Jogos Olímpicos.