Notícias

As últimas do mundo Apple.

A Apple já marcou as datas para mais uma edição da conferência anual para os programadores. Esta edição ao contrário das anteriores sairá de São Francisco e terá lugar na cidade San José no estado da Califórnia, no McEnery Convention Center, entre os dias 5 e 9 de junho.

Como é habitual a empresa de Cupertino deve apresentar aí as novas versões dos seus sistemas operativos a serem lançados no outono: iOS 11, tvOS 11, watchOS 4.0, e macOS 10.13. Durante a semana da conferência, como habitual os programadores poderão encontrar-se em palestras com cerca de 1000 engenheiros da Apple.

Para lá estar presente ter-se-à de candidatar ao lugar, e para isso deve ter conta de programador na Apple. A partir de segunda-feira, dia 27 de março, os interessados em ter um bilhete poderão fazer o registo para concorrer ao sorteio.

A keynote de abertura, assim como as restantes sessões no decorrer da semana deverão ser como habitual transmitidas em direto no site da Apple. Começa a contagem decrescente para a 28ª WorldWide Developers Conference!

Entretanto esta edição já está em volta em polémica devido ao design. Um festival de filmes espanhol usou um design muito idêntico ao que agora foi apresentado pela Apple para a WWDC 2017, mas em 2010.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. Até há pouco tempo atrás o iClub disponibilizava uma plataforma onde os utilizadores colocavam questões uns aos outros. Agora, decidimos migrar para o Facebook. Já está disponível um grupo no Facebook dedicado a isto mesmo.

O grupo Dúvidas Apple – iClub pretende ser um canal de partilha de conteúdos dedicados ao mundo Apple e de esclarecimento de dúvidas entre a comunidade. Algumas regras do grupo.

Publicações a evitar (podendo ser eliminadas e o utilizador banido):

  • Vendas (a menos que seja no Usados iClub)
  • Pirataria
  • Publicidade
  • SPAM
  • Conteúdos com linguagem inapropriada
  • Ofensas, insultos
  • Proibido partilhar referral links

Inscrevam-se e coloquem as vossas dúvidas, questões ou algo de que gostaram.

No decorrer do ano passado a Apple revelou que iria começar a produzir conteúdo original. A primeira série dessa aventura seria “Carpool Karaoke” e hoje a gigante de Cupertino disponibilizou o primeiro trailer da série.

Inspirada num famoso segmento do programa “The Late Late Show” com James Corden, a série mostra várias celebridades a cantar músicas variadas dentro de um carro em movimento. Uma das novidades da série da Apple é o facto de as celebridades também saírem do carro e cantarem em plena rua.

 

Não gostou que os AirPods tivessem sido apenas disponibilizados em branco? Queria uma versão em preto? O designer Martin Hajek aproveitou esta altura em que tanto se fala deste novo gadget da Apple e divulgou um conceito dos novos auriculares sem fio da empresa nessa cor. Desde (claro!) os ditos cujos, à sua caixa, nada foi deixado ao acaso, e digo-vos já , se a Apple tivesse lançado uns tal e qual, já os tinha encomendado. Pode ser que no futuro eles nos brindem com algo parecido, mas para já, fica a ideia.

Depois de terem surgido estas imagens apareceu uma loja online apelidada BlackPods que vende os AirPods em preto. A transformação é feita por eles. As imagens disponibilizadas pela loja no seu site fazem parecer que o resultado final é realmente muito bom, mas são apenas renders e não fotos do produto final. Nesta loja comprar um par novo custa 249$ e transformar um par custa 99$. A SlickWraps, outra loja está também a vender skins para cada um aplicar nos seus AirPods e custam 14.95$. Resta-nos esperar que a gigante de Cupertino pense sobre este assunto, e confesso que apesar de ter adquirido uns se tivesse a opção preto disponível não teria pensado duas vezes!

 

Todos sabemos que a nível de suporte ao cliente a Apple é uma das melhores do mercado, seja pelo facto de a cobertura das suas lojas e parceiros ser extensa seja pelo rigor no atendimento ao cliente. Agora, chega-nos mais uma boa novidade no que toca às reparações pagas.

A partir deste momento todas as reparações que sejam concluídas e tenham um custo para o cliente passam a ter 2 anos de garantia sobre o componente substituído em Portugal. Na maior parte dos casos para acionar a garantia será penas necessário a fatura da reparação anterior, no entanto, é aconselhável também a fatura do equipamento original.

Esta informação é válida apenas para reparações com custo para o cliente efetuadas em Portugal, a mesma garantia apenas pode ser pedida em Portugal. A Ponto Sagres é neste momento a referência no que toca a centros autorizados Apple, poderá assim reparar o seu dispositivo Apple ou comprar com o rigor e atendimento que a gigante de Cupertino já nos habitou e caso a reparação tenha sido paga ter os 2 anos de garantia.

Será que aquela “mentalidade fechada” da Apple vai mudar com o iOS 10.3? Vamos ter uma opção de escolha na personalização do nosso iOS? Parece que a próxima actualização vai permitir que os utilizadores possam optar pelo ícone que querem ter em determinadas aplicações.

Mas qual o verdadeiro significado disto?

Significa que os programadores vão ter liberdade para tornar os ícones interactivos consoante as situações. Posso dar dois exemplos práticos e actuais  que actualmente são nativos no iOS. Por exemplo, a app do calendário. Se olharem agora neste momento para lá vão ver que tem a data de hoje e isso não é por acaso!

O calendário muda consoante o dia em que estamos e vai actualizando essa informação diariamente. Não sei se já reparam, mas no ícone do relógio os pequenos ponteiros possuem movimento. E as horas estão sempre certas mesmo no ícone.

E é mesmo isso que os programadores vão poder fazer, alterar os ícones para os tornar interactivos consoante o momento. Imaginem o da meteorologia, consoante a nossa localização pode mostrar o estado do tempo e a temperatura. Ou até mesmo uma fotografia do contacto no ícone do telefone quando não atendemos uma chamada.

É evidente que a Apple não vai deixar que o iOS se transforme num carnaval em movimento constante, mas de certeza que vamos ver coisas muito interessantes.

Depois de Super Mário Run, que nos fez esquecer o vício do Pokémon Go, a Nintendo prepara agora outra surpresa já para o próximo mês de Fevereiro. Fire Emblem Heroes, é o próximo jogo da Nintendo a chegar à loja de aplicações da Apple.

Já tinha sido revelado pela empresa que estavam a contar apresentar entre 2 ou 3 jogos por ano para as plataformas mobile, mas acho que ninguém contava com uma evolução tão grande. Será que a Nintendo descobriu a sua “galinha dos ovos de ouro”?

Aqui fica um excerto da jogabilidade deste próximo lançamento da empresa para os dispositivos da Apple:

O jogo Fire Emblem Heroes não é uma novidade, o mesmo poderá ser até familiar para alguns jogadores pois é mais um da franquia já existente com o mesmo nome.

Para quem se quiser preparar devidamente para a chegada deste próximo jogo, tem em seguida um vídeo que nos mostra durante cerca de 20 minutos como jogar o Fire Emblem Heroes. E não se esqueçam, apontem nas vossas agendas do iPhone, dia 2 de Fevereiro.

Este modelo deve ser o que está a suscitar maior interesse na história do iPhone. Porque? Bem, será lançado no ano em que a Apple irá celebrar o 10º aniversário do lançamento original do iPhone.

Se tudo tivesse corrido pela sequência numérica que todos nós conhecemos, se os génios da Apple não tivessem estado a brincar aos “Deuses da Tecnologia” este ano iríamos ter o “iPhone 10“.

Mas não, começaram a colocar “S” e “Plus” nos nomes para mostrarem upgrades e não evoluções e agora ficamos assim… sem saber o que vem por aí.

Este modelo tem vários nomes possíveis, desde o “iPhone 7S“, “iPhone 8“, iPhone X” e até temos e elementos da equipa do iClub que acreditam no “iPhone Air“.

O que sabemos até ao momento e que este será o iPhone que irá celebrar o 10º aniversário, e que será especial. Será que na loucura a Apple poderá chamar mesmo a este modelo “edição de aniversário”? Mas o que irá tornar este modelo tão especial?

Espera-se um novo design, algo renovado, algo inédito, um novo padrão para o mercado da tecnologia.

Um dos rumores mais recentes sobre o “iPhone 8”, vamos assumir que o próximo modelo se irá chamar “iPhone 8”, é que o mesmo será equipado com um ecrã “Organic Light Emitting Diode”, muito chique não é? Mas é apenas o significado de OLED, e especula-se que seja da mesma qualidade já existente no Apple Watch e na nova Touch Bar.

Alguns sites de uma forma mais arrojada arriscam que o “iPhone 8” irá ter o ecrã curvo, é o caso do The Korea Herald. Que para além de adiantar a informação avança também as suas fontes.

Qual será o verdadeiro nome do próximo iPhone?

Pela sequência que a Apple tem seguido, este modelo a ser lançado este ano deveria ser chamado de “iPhone 7S”. Vejamos a “lógica da Apple” para esta numeração:

  • iPhone: 2007
  • iPhone 3G: 2008
  • iPhone 3GS: 2009
  • iPhone 4: 2010
  • iPhone 4s: 2011
  • iPhone 5: 2012
  • iPhone 5s: 2013
  • iPhone 6: 2014
  • iPhone 6s: 2015
  • iPhone 7: 2016

Mas como sabemos por outros produtos que a empresa já lançou na era Tim Cook, qualquer padrão, qualquer lógica numérica de identificação pode ser quebrada.

Este próximo modelo pode perfeitamente ,se a Apple quiser ,ser chamado de “O iPhone”, “iPhone 10º aniversário”, pode até ser algo mais arrojado pela própria Apple e apenas criar uma edição limitada a nível mundial para celebrar o 10º aniversário e seguir com a teoria de Charles Darwin, teoria da evolução por selecção natural e apresentar ao mundo o iPhone 8 sem grandes  preocupações.

Porque? Porque é assim que eles querem que as coisas evoluam de uma forma natural.

Quando é que o próximo iPhone será lançado?

Desde o iPhone 5 que a Apple apresenta os seus novos iPhones durante um evento especial na 1ª ou 2ª terça ou quarta feira de Setembro. Vejamos as datas de lançamento de cada modelo desde 2012:
  • iPhone 5: 12 de Setembro de 2012, expedição começou a  21 de Setembro;
  • iPhone 5s: 10 de Setembro de 2013, expedição começou a 20 de Setembro;
  • iPhone 6: 9 de Setembro de 2014, expedição começou a 19 de Setembro;
  • iPhone 6s: 9 de Setembro de 2015, expedição começou a 25 de Setembro;
  • iPhone 7: 7 de Setembro de 2016, expedição começou a 16 de Setembro.

O que podemos esperar do design do próximo iPhone?

Design, é sempre algo que nos leva a imaginar produtos futuristas e ultra modernos. Ou simplesmente não sabemos o que imaginar. Pessoalmente por mais que pense que o iPhone irá ter um novo desing, eventualmente com ecrã curvo, não consigo imaginar o conceito.

Mas esta é apenas a minha opinião, mas há quem se atire de cabeça e que pense em um novo produto mas com 3 variantes em termos de design. Falo de alguns analistas conceituados neste mundo da Apple que são da opinião que em 2017 vamos ter um modelo com 5,8 polegadas e ecrã OLED de ponta a ponta.

Quais as maiores evoluções físicas de que o iPhone foi alvo ao longo dos anos?

  • iPhone 3G: 2008 — traseira de plástico.
  • iPhone 4: 2010 — Ranhura da Antena nas laterais e traseira de vidro.
  • iPhone 5: 2012 —  Aspecto 16:9 e cantos polidos.
  • iPhone 6: 2014 — Ecrã maior e laterais arredondadas.

Como disse anteriormente, não sei nem sequer consigo imaginar como possa ser este próximo modelo, mas todos pensam certamente que será a maior alteração de sempre na história do iPhone.

Será à prova de água?

Algumas agências noticiosas coreanas avançam que o iPhone 8 terá uma certificação IP68, o que significa uma resistência ao pó e à água.

Mas esta deveria ser uma questão que nem se deveria colocar, pois o actual modelo já é resistente à água não teria lógica nenhuma se o próximo modelo não o fosse.

Saliento que estou a utilizar o termo resistente e não à prova de água. O iPhone 7 possui uma certificação IP67 o que o faz resistente à água mas não à prova dela.

Isto significa que o iPhone 7 consegue sobreviver a situações onde tenha de ficar salpicado ou até submerso por curtos períodos de tempo.

O que iria trazer pontos a favor do “iPhone 8” com a certificação IP68 seria o facto de ganharmos mais uma função que aumentaria o poder de funcionamento do mesmo. Com isto seria possível tirar fotografias debaixo de água, algo impensável até ao momento.

Poderá ter carregamento wireless?

Porque não? Seria uma funcionalidade muito bem vinda. E seria mais uma função que iria marcar a diferença e tornar o modelo significativamente diferente de todos os que foram lançados até hoje.

A Apple já o poderia ter inserido, esta função surgiu já em 2005 no mercado, talvez na altura de uma forma rudimentar. Mas agora com o passar dos anos é algo que será parte do futuro do carregamento. Será que Tim Cook está a guardar esta característica como um trunfo de valor para o “iPhone 8”?

Se formos a ver bem esta função á poderia ter vindo com o os modelos mais velhinhos, 4, 4S e 5. Porque é que nunca foi inserida até hoje? Será mesmo uma grande alteração que se justifique tantos anos de espera por esta funcionalidade?

Ou arriscando mais ainda, será que os engenheiros da empresa estão a preparar uma forma de carregamento sem fios à distância?

O que acham poder ter o vosso iPhone à carga em qualquer parte da vossa casa?

Próximo iPhone em cerâmica?

O Apple Watch Série 2 foi lançando em cerâmica branca, e logo após esse lançamento a internet fez o favor de nos dizer, aliás de especular que o modelo do 10º aniversário do iPhone poderia ser em cerâmica.

Conseguem imaginar um iPhone em cerâmica?

Vamos conhecer este produto já este ano mas mesmo assim continuamos a imaginar, a sonhar e a especular de como será aquele que promete ser a maior revolução de sempre do iPhone, imaginado e desenvolvido pela mente do génio de Steve Jobs.

Algumas das maiores reclamações que tem surgido com os AirPods tem a ver com a sua conectividade, pois aparentemente está a criar situações embaraçosas  a diversos utilizadores. Em alguns fóruns e até na própria página da Apple, encontram-se algumas reclamações de diversos utilizadores dos novos AirPods.

Essas reclamações tem como base a fraca conectividade dos auscultadores com o iPhone. Aparentemente muitos utilizadores são alvo de um bug, se assim se pode considerar, o qual desliga as chamadas em processamento enquanto se utiliza os AirPods.

Poderá este bug ser originado pelo sistema operativo iOS?… É pouco provável, se fosse esse o caso iria afectar todos os utilizadores dos AirPods e não apenas alguns e aleatoriamente. Isto é uma situação pontual que afecta proprietários dos novos auscultadores da marca de uma forma aleatória, até ao momento não é possível encontrar aqui algum padrão que justifique o motivo das chamadas efectuadas com os AirPods serem interrompidas.

Aliás, existe um padrão sim, mas nada de significativo e que forneça grandes detalhes sobre esta situação constrangedora. Os utilizadores afectados são proprietários dos seguintes modelos: iPhone 6S, iPhone 6S Plus e iPhone 7.

Ou seja, todos os modelos mais recentes da marca são afectados por este imprevisível bug que se vem juntar a outros anteriormente reportados tais como o “erro 56” e o “erro 53“. Da mesma forma que a Apple reconheceu estes dois que acabei de referir, o site MacRumors acaba de informar que a empresa mais uma vez já reconheceu o bug e que está à procura de uma solução para este problema.

É de salientar que este bug apenas afecta os utilizadores durante as chamadas, e até ao momento não se verificou nenhuma anomalia durante a reprodução de música.

Entre muitas das coisas que dizemos que vão ser o futuro na tecnologia, a palavra modular será uma delas.E talvez por isso a Apple esteja a avançar nesse campo com uma patente que irá expandir as funcionalidades do Apple Watch.

Foi revelada pelo AppleInsider uma patente que nos mostra aquilo que poderá ser o futuro do relógio da marca. Um Apple Watch modular, ou melhor uma bracelete modular para o Apple Watch. Realmente é uma ideia de génio e se a empresa apostar nisto, muitas das reclamações vão terminar.

A bateria não se aguenta 24 horas“, pronto não há problema compra-se mais um ou dois módulos de bateria.

Quero mais armazenamento“, problema resolvido compramos mais um módulo de 4GB para armazenar a nossa música no nosso relógio.

Quero que o meu Apple Watch tenha uma coluna de som“, porque não ter um elo da bracelete com uma coluna para um sistema de alta voz muito melhor?

E já agora porque não uma câmara modular para o Apple Watch? Não seria muito bom para chamadas em FaceTime mas seria fantástico para tirar fotografias e filmar. Porque não?

Um relógio modular possui inúmeras combinações, muitas que ainda nem sequer imaginamos.

Patente da bracelete modular do Apple Watch

Esta patente revela-nos que os elos de ligação da bracelete são flexiveis e com material condutor no seu interior.

Imaginem a quantidade de sensores relacionados com saúde que se poderiam colocar nesta bracelete.

Infelizmente esta patente não possui qualquer tipo de data para sabermos se isto se trata de um futuro próximo ou futuro distante.

Mas certamente que caso se venha a verificar muitos utilizadores do relógio ficariam felizes por este upgrade.