“Bendgate”? Apple vende 40 milhões iPhone em três meses

A Apple bateu todas as expectativas dos analistas com os resultados trimestrais que apresentou na noite de segunda-feira. Foram vendidos 39,3 milhões iPhone em três, apesar da controvérsia em torno da durabilidade dos novos “smartphones”, que foi batizada de “Bendgate”. E os novos modelos só estiveram à venda na China na última semana deste trimestre.

Resultados, vendas totais e vendas do iPhone. A Apple voltou a superar as estimativas do mercado e as metas definidas pela própria empresa no início do trimestre. As receitas da empresa ascenderam a 42,1 mil milhões de dólares no trimestre terminado a 27 de setembro, um aumento de 12% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Os lucros subiram 13% para 8,5 mil milhões de dólares, o equivalente a 6,63 mil milhões de euros.

Foram vendidos 39,3 milhões iPhone, o produto mais rentável da Apple e que dá o maior contributo para os resultados. Este valor inclui as vendas dos novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus, que foram apresentados apenas duas semanas antes do final do trimestre em análise, e cujo lançamento esteve envolto em polémica em torno da durabilidade dos aparelhos.

[tw-button size=”medium” background=”” color=”” target=”_self” link=”Ver o artigo completo no Observador”]http://observador.pt/2014/10/21/bendgate-apple-vende-40-milhoes-iphone-em-tres-meses/[/tw-button]

0 comments