Apple está a estudar maneiras de reduzir interferências electromagnéticas nos iPhones

A gigante norte-americana poderá proceder a uma pequena alteração no seu processo de protecção contra interferências electromagnéticas.

Segundo o jornal sul-coreano ETnews, a Apple está a pensar em aplicar esta protecção individualmente a alguns dos chips que irão compor o futuro iPhone 7, em vez do habitual processo em que esta processo é feito a todo o circuito que vem instalado nos dispositivos móveis.

O site avança também que esta tarefa ficará a cargo das empresas sul-coreanas StatsChipPac e Amkor e o objectivo da empresa é reduzir a interferência de ondas magnéticas com as comunicações wireless. Adicionalmente, esta protecção individual permite a utilização de placas de circuito mais elaboradas e compactas, permitindo assim dispositivos mais pequenos ou bateria maiores.

Apesar de ser uma possível novidades nos iPhones, a Apple já realizou um processo igual para o processador S1 que vem instalado no Apple Watch. No entanto, esta notícia é apenas um rumor não existindo qualquer certeza que a empresa tenciona fazer essa alteração na sua linha de produção de chips.

 

 

0 comments