Apple envia engenheiros a casa de cliente do iTunes Match

James Pinkstone, autor do post “Apple Stole My Music. No, Seriously.” no blog Vellumatlanta reclamou sobre uma situação caricata que teve lugar no dia 4 de Maio de 2016. James relatou que inexplicavelmente da sua conta do iTunes Match foram excluídos 122 GB de dados, neste caso música. Este não será, aparentemente um caso isolado pois o lançamento da versão 12.4 do iTunes prometia resolver esta situação caricata. Mas a Apple tão incomodada com a situação a qual gerou milhares de partilhas nas mais diversas redes sociais depois do post original, não ficou satisfeita apenas com o lançamento de uma actualização do iTunes mas ainda remediou a situação de outra forma.

No dia 17 de Maio, Pinkstone elaborou outro post intitulado “Apple Sent Two Men to My House. No, They Weren’t Assassins“. Os dois homens da Apple, que afinal não eram assassinos, eram engenheiros da empresa, e enviados propositadamente para resolverem, ou pelo menos tentarem perceber o que tinha acontecido aos 122 GB de informação desaparecidos. Tom e Ezra os engenheiros da Apple passaram uma noite e um dia com Pinkstone, e através de video conferências com outros engenheiros em Cupertino tentaram solucionar o problema deste utilizador.

A equipa da Apple tentou obter informações sobre este erro, ligando ao Mac do utilizador um disco externo com uma versão “especial” do iTunes a qual iria simular a eliminação do conteúdo do  iTunes Match, estes técnicos não conseguiram descobrir a origem deste problema

Esta situação não pode ser explicada, os arquivos musicais desapareceram mesmo, não existe qualquer tipo de padrão que possa ser identificado para descobrir o verdadeiro motivo da eliminação destes 122 GB de informação. Os arquivos desaparecidos do iTunes Match tinham pouco em comum, alguns ficheiros eram em WAV, outros AAC e MP3.

Mesmo que a situação não tenha sido solucionada pela equipa da Apple, sejamos honestos, qual é a empresa que toma este tipo de iniciativa? De enviar uma equipa de engenheiros a casa de um cliente para observarem o problema mesmo na sua raiz?

0 comentários