Apple é considerada culpada no caso de fixação dos preços dos E-Books

A Apple foi hoje considerada culpada no caso em que estava acusada de controlar os preços dos E-Books.

A acusação partiu do Departamento de Justiça dos Estados Unidos que acusou a Apple e as editoras Lagardere SCA, Hachette Book Group Inc, Macmillan, News Corp, HarperCollins Publishers LLC, Pearson Plc, Penguin Group, CBS Corp, e Simon & Schuster Inc de conspirarem e “acertarem” os preços dos E-Books.

A Apple foi a única acusada já que se recusou a chegar a um acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

O tribunal deu como provado que a Apple e as editoras subiram deliberadamente os preços dos E-Books.

A juíza Denise Cote, responsável pelo caso disse ainda que sem o aval da Apple nada disto tinha sido possível por isso a Apple desempenhou um papel importante na concertação dos preços.

A Apple ainda não se pronunciou oficialmente sobre este caso e não se sabe qual será multa que a Apple terá que pagar, mas tudo indica que a empresa de Cupertino irá recorrer da sentença.

0 comentários