Apple divulgou os seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2014

A Apple anunciou ontem os resultados financeiros referentes ao segundo trimestre fiscal de 2014, que acabou dia 29 de março de 2014.

A gigante de Cupertino divulgou uma receita trimestral de 45,6 mil milhões de dólares e um lucro líquido de 10,2 mil milhões e dólares, cerca de 11,62 dólares por ação. Os resultados do anterior trimestre tinham sido 43, 6 mil milhões de dólares, 9,5 mil milhões de dólares e 10,9 dólares por ação. Os analistas estavam à espera de 43, 8 mil milhões de dólares e ganhos de 10,41 mil milhões.

A margem bruta no período foi de 39,3%, face aos 37,5% do ano passado, mais um dos números que superou todas as expectativas, que eram de 37,8%. As vendas internacionais da Apple (fora dos EUA) representam agora 66% de todas as receitas da Apple neste trimestre.

A gigante de Cupertino disponibilizou também um PDF onde listou os números completos das vendas. 43,7 milhões de iPhone (contra 37,4 milhões há um ano, que representa 17% de crescimento), 16,4 milhões de iPads (contra 19,5 milhões há um ano, que representa 16% de queda), 4,1 milhões de Mac’s (contra 3,9 milhões, que representa 5% de crescimento) e 2,8 milhões de iPods (contra 5,6 milhões há um ano, uma queda de 51%). As vendas de iPhones surpreenderam positivamente, enquanto as de iPads desapontaram os investidos.

Tim Cook, o CEO da Apple declarou o seguinte:

Estamos muito orgulhosos com os resultados trimestrais, especialmente com o aumento das vendas do Iphone e uma receita recorde de serviços. Estamos ansiosos para apresentar novos produtos e serviços que só a Apple poderia lançar para o mercado.

Peter Oppenheimer, CFO da Apple também deixou o seu testemunho:

Geramos 13,5 mil milhões de dólares em fluxo de caixa de operações e devolvemos quase 21 mil milhões de dólares em dinheiro para os acionistas através de dividendos e em recompra de ações durante o trimestre de março. Isto leva os nossos pagamentos cumulativos dentro do nosso programa de retorno de capital para 6 mil milhões de dólares.

Para o terceiro trimestre fiscal de 2014 a Apple espera uma receita entre 36 mil milhões de dólares e 38 mil milhões de dólares, uma margem bruta entre 37% e 38%, gastos operacionais entre 4,4 e 4,5 mil milhões de dólares, outras despesas no valor de 200 milhões e impostos de 26,1%.

Decorreu também uma conferência em direto onde alguns dos executivos da Apple participaram.

Expansão do programa de retorno de capital

A Apple anunciou também que está a expandir o programa de retorno do capital aos acionistas, aprovado pelo conselho da empresa. A gigante de Cupertino espera dar aos seus acionistas mais de 130 mil milhões de dólares em dinheiro até ao final de 2015.

Divisão das ações

Surpreendentemente, o conselho da Apple também anunciou uma divisão das ações da empresa de sete-para-um. As negociações dos papéis da companhia no novo valor ajustado começarão a 9 de junho de 2014.

Resultados Q2-1

Resultados Q2-2 Resultados Q2-3

0 comments