Apple colabora com Departamento de Justiça dos Estados Unidos contra o ISIS

A guerra com o FBI no debate relacionado com privacidade não parece a impedir a gigante norte-americana de continuar a colaborar com outras entidades governamentais dos Estados Unidos.

De acordo com a CNN, o departamento de justiça dos Estados Unidos realizou-se um encontro, que contou com a presença de executivos de algumas das principais empresas de tecnologia incluindo Apple, Twitter, Snapchat e Facebook.

Nick Rasmussen, director do centro nacional de contra-terrorismo, afirmou que está contente com o trabalho desenvolvido por algumas das plataformas sociais. Estas têm tido um papel mais activo no encerramento de contas e eliminação de conteúdo relacionado com a propaganda do estado islâmico.

O objectivo desta agência e do governo norte-americano é criar uma “equipa de sonho” para combater a divulgação do ISIS online mas, neste momento, não se sabe qual foi a participação exacta da Apple nesta reunião.

A empresa não tem nenhuma plataforma social de comunicação mas sabe-se que o ISIS tem preferência pelo iMessage, o sistema de mensagens desenvolvido pela Apple. A segurança e a incapacidade da gigante norte-americana em aceder ao conteúdo do iMessage são alguns dos principais factores que levam este grupo de terroristas a optar por ela.

0 comentários