Apple abre as suas bibliotecas criptográficas

A informação é avançada pelo AppleInsider, revelando também que o objectivo da empresa é tentar melhorar a segurança das apps que os programadores desenvolvem para os seus sistemas operativos iOS e OS X.

Em detalhe, a empresa disponibilizou informações sobre a sua Framework de Segurança e Biblioteca Common Crypto, dois elementos que dependem de uma biblioteca partilhada conhecida como corecypto. A primeira é usada no iOS e OS X para fazer gestão de chaves, certificados e políticas de confiança incluindo o armazenamento das duas primeiras na plataforma Keychain. A biblioteca Common Crytpo está associada a funcionalidades como encriptação simétrica, códigos de autenticação entre outros.

A Apple não é conhecida por disponibilizar, facilmente, o código fonte dos softwares. No entanto, o tema segurança e privacidade falam mais alto que qualquer secretismo e a Apple quer garantir que os programadores têm acesso a conteúdo que facilite esse objectivo.

 

0 comments