Ahrendts diz que trata empregados das Retail Stores como executivos

Esse tratamento não se deve verificar nos salários mas não deixa de justificar a grande retenção que a Apple tem ao nível dos seus empregados que, em 2015, ficou-se nos 81%.

A antiga CEO da marca de moda Burberry e actual Vice-Presidente da Apple para o Retalho, Angela Ahrendts, deu uma entrevista ao site FastCompany onde ofereceu alguns detalhes sobre a sua experiência na Apple e sobre a mentalidade que existe dentro da gigante norte-americana.

Ahrendts diz que a sua estratégia para melhorar a sua cadeia de retalho é tratar os seus empregados tal como ela trataria os executivos da empresa até porque são estes “executivos” que entram em contacto com os consumidores para mostrar os produtos que Jony Ive e a equipa demoraram anos a criar.

A Vice Presidente revelou que passou os primeiros 6 meses na Apple a viajar, tendo passado por mais de 40 mercados diferentes e conversado com chefes de equipa das lojas. Adicionalmente, Ahrendts acredita que a grande taxa de retenção de empregados é porque estes sentem-se “ligados à empresa” e que existe apenas “uma Apple” não sendo apenas mais uma “pessoa a trabalhar nas lojas.

 

0 comments