25% das apps para Android podem ser um risco de segurança

A empresa Bit9, especializada em segurança informática, analisou mais de 400,000 apps da loja Google Play (a App Store oficial da Google) e publicou um relatório com conclusões surpreendentes.

Segundo a análise efectuada, das 400,000 apps, cerca de 100,000 revelaram ter potenciais problemas de segurança e privacidade.

A empresa esclareceu que o alvo da sua investigação não foi a busca de malware mas sim de situações abusivas por parte de apps que tentam aceder a informações armazenadas nos smartphones e as implicações que esta situação pode acarretar.

Apesar de este não parecer um problema particularmente grave é preciso não esquecer que hoje em dia existem os utilizadores típicos armazenam uma quantidade considerável de informação confidencial que pode ser utilizada para fins menos próprios.

A investigação adianta que 72% de todas as apps presentes na loja Google Play pedem pelo menos um acesso que pode potencialmente ter riscos para o utilizador.

42% das apps pedem acesso a informação de localização do GPS e cerca de 31% ao número de telemóvel e histórico de chamadas.

As conclusões retiradas deste estudo indicam que os utilizadores devem ser cuidadosos ao conceder permissões sob pena de partilharem inadvertidamente informação que desejariam manter privada.

0 comentários